Meus seguidores

domingo, 18 de novembro de 2012

Linha do Tempo dos diretores do Colégio Estadual Brasil - GO

Grupo Escolar Brasil de Córrego do Ouro – GO. Iniciou-se em um cômodo localizado, onde hoje é a residência do Sr. José Eustáquio de Moura e Marlene, com uma turma de 10 alunos, dos quais 9 permaneceram sob a responsabilidade das professoras, Maria de Lourdes Bastos Faddi e Maria da Silva Ferreira de 1950 a 1951.
De 1952 a 1954 foi nomeada como diretora a Srª Dalvina Rezende Miranda.
Maria do Carmo Costa foi nomeada em 1960 a 1969 – sendo que neste ano o nome da escola passa a ser Grupo Escolar Brasil – 1ª a 4ª série.
De 1970 a 1971 o Senhor Jamari Bueno Pereira foi nomeado a diretor.
Em 1972 – Diretor nomeado Américo Faleiro Antunes – que ficou na direção a vice-diretora na época, Francês Maria Pires.
Em 1973 – Gaspar Ezaquiel Rodrigues, passou a ser diretor nomeado até o ano de 1975. Neste período, o Grupo Escolar Brasil passou a ser chamado de Ginásio Padre Alexandre, em homenagem ao primeiro padre que celebrou a primeira missa em Córrego do Ouro – GO. Também, no período de 1973 a 1975, a diretora Noemi Alves Barbosa também era diretora de 1ª a 4ª série.

1975 - Anterior a esta data está em CONSTRUÇÃO.

No período de Fevereiro de 1975 a Janeiro de 1979 a diretora nomeada – Irene Amália da Silva Rodrigues – Diretora da Escola Estadual de 1º grau com portaria nº 1270.
No período de Fevereiro de 1976 a Janeiro de 1978, Diretor nomeado Jamari Bueno Pereira – Diretor do Ginásio Padre Alexandre - Autorização: 173/76.
Novamente, no período de Fevereiro de 1978 a Dezembro de 1978, Diretor nomeado Jamari Bueno Pereira – Diretor do Ginásio Padre Alexandre - Autorização: 283/78.
No período de Janeiro de 1979 a Julho de 1981, Diretor nomeado Jamari Bueno Pereira – Diretor do Ginásio Padre Alexandre - Autorização: 807/79.
Em Agosto de 1981, ocorreu a fusão do Ginásio Padre Alexandre e Escola Estadual de 1º grau originando o COLÉGIO ESTADUAL BRASIL. Sendo o Diretor nomeado Jamari Bueno Pereira e Vice-diretor: Gaspar Bueno Pereira. Sendo que ambos ficaram na função até maio de 82. Em Junho de 1982, Isabel Cunha Pereira assume a vice-diretoria, que permaneceu na função até Janeiro de 1983.
       

Em fevereiro de 1983, a função fica ociosa, sendo representado pelo secretário Jovacy Rodrigues de Passos.
Em Março de 1983 a Janeiro de 1985 – Alcebíades Pereira da Silva – diretor nomeado com portaria nº 1680/83, tendo como vice-diretor: Catarino Pães de Mendonça. Em abril de 1984 é normatizado pela Autorização nº 0007/84.

Em Fevereiro de 1985 assume a Diretora nomeada – Irmã Iracema Ferrante, Portaria 0054/85 e, em novembro de 85 com Autorização nº 505/85, tendo como vice-diretora Irmã Claudia.
Em Agosto de 1986, com a transferência da Irmã Iracema Ferrante, assume a vice-diretora Irmã Claudia, respondendo pela função até Janeiro de 1987.
          

De Fevereiro de 1987 a julho de 1987, assume a diretora nomeada Maria Alves da Rocha com portaria n° 0623/87.
De agosto de 1987 a Dezembro de 1988 – diretora nomeada Sebastiana Perpétua Rezende Silva com portaria nº 5084/87 e em novembro 1987 com autorização nº 0110/87.
De janeiro de 1989 a Dezembro de 1990 – diretora eleita Sebastiana Perpétua Rezende Silva com autorização nº 0110/87.

No período de Janeiro de 1991 a Dezembro de 1992 a diretora nomeada – Maria Sebastiana de Jesus com portaria nº 4876/91 e, em maio com autorização nº 055/91 – Diretora do Colégio Estadual Brasil.

Em Janeiro de 1993, assume o diretor Aemival Alves da Silva, sendo afastando da função por motivos políticos.
Em Fevereiro de 1993, assume a diretora nomeada Maria Alves da Rocha com portaria nº 0656/93. Também, por motivos políticos é afastado da função.
De março de 1993 a Janeiro de 1995, a diretora nomeada Ligia Assunção de Faria, autorização 047/93.
De Fevereiro de 1995 a Julho de 1995 – diretor nomeado Valdomiro Martins Barbosa

De agosto de 1995 a dezembro de 1998 o diretor José Pereira de Souza, autorização 024/95 e portaria nº 2778/95.

De Janeiro de 1999 a Dezembro 2000 – Balbina Rita Borges de Campos é a nomeada diretora com portaria nº 2020/99.
No período de Janeiro de 2001 a Dezembro de 2002 – Márcio José Capistana foi eleito diretor, por portaria 0959/01.

No período de Janeiro de 2003 até Julho de 2003 foi nomeada Maria de Jesus e Souza, portaria n° 1054/03.
Sendo que a mesma passou a ser diretora eleita a partir de Agosto de 2003 até Julho de 2005, autorização n° 6374/03. 
Sendo reeleita e permanecendo diretora até julho de 2007, com portaria nº 4784/05. Tendo como vice-diretora Divina Maria Souza Silva

De Agosto de 2007 a Julho de 2009 o diretor eleito Warles Ribeiro Neto, com portaria 2095/07. Tendo como vice-diretora Perpétua de Fátima Martins Jacob.   

Em Agosto de 2009 assume novamente o professor Marcio José Capistana, por voto direto para o biênio 2009-2011. Tendo como vice-diretora Lucieny Felix Ribeiro Martins.  
Também, reeleito pelo voto direto,  agora para o triênio 2011-2014. 

Colaboradores: Nilzeth Barbosa e Perpétua de Fátima.
Professor Warles
Fonte: Acervo do Colégio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário