quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Quiz 17: PORTUGUÊS 8° ANO

Quiz 17: PORTUGUÊS 8° ANO
Quiz 17: PORTUGUÊS 8° ANO

Leia os textos abaixo e, responda as questões 01 e 02.

01
(SEDUCE-GO - A.D. - 2021).

Biblioteca Britânica e o Google vão digitalizar 250 mil livros de acervo

    A Biblioteca Britânica e o Google anunciaram nesta semana uma parceria para digitalizar 250 mil livros do acervo da biblioteca. Os artigos que serão digitalizados não possuem restrições relativas a direitos autorais. Os títulos abrangem um total de 40 milhões de páginas datadas de 1700 a 1870. Entre os primeiros itens a serem digitalizados estão panfletos feministas a respeito da rainha Maria Antonieta, de 1791, um documento sobre o primeiro submarino movido por um motor de combustão, de 1858, e um texto que oferece um relato detalhado de um hipopótamo empalhado do príncipe de Orange, de 1775. Uma vez digitalizados, os textos poderão ser consultados na íntegra, baixados e lidos por meio do programa Google Books.

A GAZETA, 22 jun. 2011.

A linguagem usada nesse texto é

A
B
C
D

   Alternativa "B".

(Fonte da resolução: ?.)


02
Qual é a informação principal desse texto?
A
B
C
D

   Alternativa "D".

(Fonte da resolução: ?.)


Leia os textos abaixo e, responda as questões 03 e 04.

03
(SEDUCE-GO - A.D. - 2021).

Texto 1

    Hoje, pela manhã, quando acompanhava a mãe à feira, Clarice, minha princesinha ficou horrorizada ao ver algum lugar e cortando algumas árvores. Na verdade, tratava-se de uma poda daquelas que comprometem a segurança dos fios e cabos de rede elétrica.

    — Mãe, por que eles estão fazendo isto com elas? — é, gritava: "Nããoooo!", quando via grandes galhos caindo ao cão.

    Minha filha conta que foi uma cena muito engraçada e os garis a olhavam espantados sem entender o que se passava com a menina. Eles não imaginam que ela tem uma eco-avó defensora da natureza e do meio ambiente.

    Confesso que fiquei surpresa com a reação dela e percebi que vale a pena dar o exemplo e estimular o cuidado com o ambiente. Já não é a primeira vez que ele me surpreende com questões relacionadas ao cuidado com o meio ambiente. Lembrei-me da observação dela sobre os "porcos" que sujam a praia, referindo-se à sujeira na água e na areia.

    Fiquei imaginando como as crianças aprendem os conceitos que passamos. A educação ambiental de crianças é eficaz, pois desde cedo, tornam-se pequenos agentes da natureza proliferadores da necessidade de preservação do meio ambiente, em casa e na escola.

    Se realizamos ações que visem a conscientizá-las da importância de cuidar da natureza, a probabilidade de resultados é infinitamente mais eficiente do que se tentarmos educar os adultos.

    As crianças precisam crescer percebendo o meio ambiente como parte de si mesmas, de forma que lhes seja muito natural preservá-lo. Afinal, o futuro é delas e, se bem ensinadas, aprendem direitinho a lição.

Disponível em: http://lilifaz.wordepress.com. Acesso em: 19 ago. 2014.

Texto 2


Disponível em: http://conexaoambientalzipnet/images/chargeconipp. Acesso em: 19 ago. 2014.

Qual é a informação em comum apresentada por esses textos?

A
B
C
D

   Alternativa "A".

(Fonte da resolução: ?.)


04
No Texto 1, no trecho ... Clarisse, minha princesinha..." (1º parágrafo), o uso do diminutivo no termo em destaque indica
A
B
C
D

   Alternativa "A".

(Fonte da resolução: ?.)


Leia os textos abaixo e, responda as questões 05 e 06.

05
(SEDUCE-GO - A.D. - 2021).

Tubarões preferem banhistas que usam preto

Vem ni mim, tubarão!

    Está todo mundo lá na praia, nadando feliz e contente, quando vem um tubarão. Como é que ele escolhe qual pessoa morder? Uni-duni-tê?

    De acordo com a pesquisa do especialista em tubarões da Universidade da Flórida (EUA), George Burgess, a escolha fashion do banhista é um dos fatores que o bicho leva em consideração: quem usa trajes que combinem preto e branco tem mais chances de levar uma bela mordida.

    Burgess analisou dados de ataques de tubarão registrados nos últimos 50 anos no município de Volusia, uma região costeira da Flórida conhecida pela alta incidência de ataques (no período analisado, foram 231). Nessa análise, percebeu que a maioria das pessoas mordidas estava usando branco e preto.

    Mas por que o tubarão gosta dessa combinação? O cara ainda não sabe ao certo. Mas, segundo ele, é provável que o fenômeno esteja ligado à habilidade dos tubarões em enxergarem contrastes. Não por menos, a combinação de preto e amarelo também não se mostrou segura.

    Além disso, Burgess constatou outras coisas interessantes (e outras nem tanto): a maioria dos ataques acontece aos domingos (provavelmente porque é o dia em que a praia está mais cheia), a menos de 2 metros de profundidade (porque é onde a maioria das pessoas geralmente fica) e (isso sim é legal) durante a Lua nova. “Isso porque as marés, afetadas pela Lua, trazem os peixes preferidos dos tubarões para mais perto da costa”, diz o especialista.

Disponível em: http://super.abril.com.br/blogs /cienciamaluca/tubaroes-preferem -banhistas-que-usam-preto-e-branco/>. Acesso em: 13 jul. 2011.

Nesse texto, em relação aos ataques de tubarão, há uma opinião no trecho:

A
B
C
D

   Alternativa "D".

(Fonte da resolução: ?.)


06
O trecho “O cara ainda não sabe ao certo.” (4° parágrafo) é próprio da linguagem
A
B
C
D

   Alternativa "B".

(Fonte da resolução: ?.)


Leia os textos abaixo e, responda as questões 07 e 08.

07
(SEDUCE-GO - A.D. - 2021).

Faróis acesos de dia e de noite nas BRs

    De dia ou de noite, os motoristas devem manter os faróis de seus veículos acesos ao passar pelas rodovias federais na próxima semana, quando se comemoram os feriados de Tiradentes e da Semana Santa.

    O pedido é da Polícia Rodoviária Federal (PRF), como parte de uma campanha para promover a segurança no trânsito. Intitulado “Uma luz para a vida”, o movimento começa já na próxima segunda-feira, dia 18.

    Participar é simples: ao dirigir o seu veículo, deixe os faróis ligados. O objetivo, segundo a PRF, é a redução dos índices de acidentes e de mortes.

    “Os faróis acesos, além do valor simbólico do envolvimento da sociedade brasileira na busca por um trânsito mais humano e seguro, constituem importante fator contribuinte para a redução dos riscos de acidentes, pois favorecem uma melhor visualização dos veículos que trafegam pelas rodovias”, afirma a Polícia Rodoviária, em seu comunicado.

Carros Batidos

    Além dos faróis, a polícia fará exposição de veículos envolvidos em acidentes reais. A iniciativa surgiu no Estado, mas será colocada em prática nas BRs por todo o país. Junto dos automóveis e das motos, serão colocadas faixas com frases educativas, em pontos estratégicos das rodovias.

A GAZETA. Vitória (ES), sábado, 16 abr. 2011, p. 4.

De acordo com esse texto, para participar da campanha "Uma luz para a vida" basta

A
B
C
D

   Alternativa "A".

(Fonte da resolução: ?.)


08
A finalidade desse texto é
A
B
C
D

   Alternativa "D".

(Fonte da resolução: ?.)


09
(SEDUCE-GO - A.D. - 2021).

No final desse texto, entende-se que o menino

A
B
C
D

   Alternativa "D".

(Fonte da resolução: ?.)


Leia os textos abaixo e, responda as questões 10 e 11.

10
(SEDUCE-GO - A.D. - 2021).

FUGA

    Mal o pai colocou o papel na máquina, o menino começou a empurrar uma cadeira pela sala, fazendo um barulho infernal.

    — Para com esse barulho, meu filho — falou, sem se voltar.

    Com três anos já sabia reagir como homem ao impacto das grandes injustiças paternas; não estava fazendo barulho, estava só empurrando uma cadeira.

    — Pois então para de empurrar a cadeira.

    — Eu vou embora — foi a resposta.

    Distraído, o pai não reparou que ele juntava ação às palavras, no ato de juntar do chão suas coisinhas, enrolando-as num pedaço de pano. Era a sua bagagem: um caminhão de plástico com apenas três rodas, um resto de biscoito, uma chave (onde diabo meteram a chave da despensa? – a mãe mais tarde irá dizer), metade de uma tesourinha enferrujada, sua única arma para a grande aventura, um botão amarrado num barbante.

    A calma que baixou na sala era vagamente inquietante. De repente, o pai olhou ao redor e não viu o menino. Deu com a porta da rua aberta, correu até o portão.

    — Viu um menino saindo desta casa? Gritou para o operário que descansava diante da obra do outro lado da rua, sentado no meio-fio.

    — Saiu agora mesmo com uma trouxinha — informou ele. [...]

    Trouxe-o para casa e o largou novamente na sala – tendo antes o cuidado de fechar a porta da rua e retirar a chave, como ele fizera com a despensa.

    — Fique aí quietinho, está ouvindo? Papai está trabalhando.

    — Fico, mas vou empurrar esta cadeira.

    E o barulho recomeçou.

SABINO, Fernando. Fuga. In: Para gostar de ler. V. 2 Crônicas. São Paulo: Ática, 1995. p. 18-19.

O conflito gerador desse texto tem início, quando o menino

A
B
C
D

   Alternativa "B".

(Fonte da resolução: ?.)


11
Nesse texto, o trecho "E o barulho recomeçou." (último parágrafo) evidencia que o menino é
A
B
C
D

   Alternativa "D".

(Fonte da resolução: ?.)


12
(SEDUCE-GO - A.D. - 2021).

Leia o texto abaixo.


JEAN BLOG. 2011. Disponível em: http://jeangalvao.blogspot. com.br/2011/05/tirinhas- recreio.html . Acesso em: 12 abr. 2018. *Adaptado: Reforma Ortográfica.

Esse texto é engraçado porque

A
B
C
D

   Alternativa "C".

(Fonte da resolução: ?.)




Quiz 16: PORTUGUÊS 8° ANO

Quiz 16: PORTUGUÊS 8° ANO
Quiz 16: PORTUGUÊS 8° ANO

Leia os textos abaixo e, responda as questões 01 e 02.

01
(SEDUCE-GO - A.D. - 2021).

Texto 1

Motoristas enfrentam lentidão na volta do feriado prolongado no Rio

    A Concessionária Rio-Teresópolis (CRT) informou que os motoristas enfrentavam retenção com chuva em vários trechos da pista, sendo o maior na Serra, que vai do Km 89 ao Km 104, às 16h50. [...]

    Por volta das 17h, a Via Lagos apresentou trânsito intenso e lento na extensão que vai do Km 1 até o Km 32. Isso representa mais da metade da via expressa, que tem 57 km.

    A ponte Rio-Niterói apresentava trânsito lento na extensão que vai da Ilha de Mocanguê até o acesso à Avenida Brasil, devido ao grande fluxo de veículos. A previsão de tempo de travessia era de 20 a 25 minutos, segundo a CCR Ponte, às 17h05. [...]

Disponível em: http://g1.globo.com/rio-de- janeiro/transito/noticia/2013/11 /motoristas-enfrentam-lentidao -na-volta-do-feriadoprolongado -no-rio.html . Acesso em: 8 jan. 2014. Fragmento.

Texto 2

Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada /cartum/cartunsdiarios/#3/1/2014. Acesso em: 8 jan. 2014.

Qual é a informação em comum nesses textos?

A
B
C
D

   Alternativa "B".

(Fonte da resolução: ?.)


02
No primeiro quadrinho do Texto 2, o personagem demonstra estar
A
B
C
D

   Alternativa "A".

(Fonte da resolução: ?.)


03
(SEDUCE-GO - A.D. - 2021).

Leia o texto abaixo.

    É verdade, o skate é um dos esportes radicais mais praticados no mundo e não é só por crianças e adolescentes não! [...]

    Parece que tudo começou na Califórnia – Estados Unidos, em um dia nublado, com um grupo de surfistas entediados porque não podiam surfar, então, resolveram improvisar uma tábua pequena com rodinhas de patinete adaptadas e começaram a brincar com ela. [...]

    Ainda na década de 50, [...] o primeiro skate foi fabricado e comercializado em série. [...] A partir da década de 60, algumas novidades: acontece o primeiro campeonato de skate [...] e em 1965 um campeonato de skate é transmitido na TV pela primeira vez.

    Na década de 70, a maior novidade foi a invenção da roda de poliuretano, em 1972, fato que revolucionou a história do skate. Esse tipo de roda dava mais segurança e poderia ser usada em vários tipos de terreno. [...] Nesta década surgiram também outras modalidades: slalom, downhill, freestyle e vertical.

    O skate na década de 80 foi caracterizado por uma explosão de rampas de madeira feitas pelos próprios skatistas em ruas, praças e quintais de casa. [...] A década de 90 é marcada pela profissionalização do esporte [...]. A partir de 2000, acontecem grandes shows e competições de skate.

Disponível em: http://www.smartkids.com.br/ especiais/evolucao-skate.html. Acesso em: 16 set. 2014. Fragmento.

Qual é o tema desse texto?

A
B
C
D

   

   Portanto, alternativa "B".

(Fonte da resolução: ?.)


Leia os textos abaixo e, responda as questões 04 e 05.

04
(SEDUCE-GO - A.D. - 2021).

Leia o texto abaixo.

    Meu nome é Esmeralda. Antes de nascer, eu era assim, um ovo! Depois de um tempo, quebrei a casca e saí de dentro e agora sou uma patinha. Aí, eu vi que tinha muitos irmãos patinhos. E todos eles gostam de banho de Sol pela manhã. Eu também! Então, eu fico com muita sede. Mas sou desastrada e muitas vezes caio na tigela ao tomar água. Os patos gostam de se refrescar nadando no lago. É uma aventura muito divertida. Certa vez, um ganso correu atrás de mim. Acho que os gansos não gostam de patinhos como eu. Os patos adultos comem milho. Mas eu sou pequena, por isso, como farelo de fubá com água para não engasgar. No final da tarde, mamãe pata fica contente ao ver seus filhotes em fila atrás dela, voltando para casa.

Disponível em: http://www.qdivertido.com.br/ verconto.php?codigo=36 . Acesso em: 24 mar. 2011.

No trecho "E todos eles gostam de banho de Sol pela manhã.", a palavra destacada está no lugar de

A
B
C
D

   

   Portanto, alternativa "A".

(Fonte da resolução: ?.)


05
No trecho "No final da tarde, mamãe pata fica contente...", a expressão destacada da idéia do
A
B
C
D

   

   Portanto, alternativa "A".

(Fonte da resolução: ?.)


06
(SEDUCE-GO - A.D. - 2021).

Leia o texto a seguir e responda.


https://www.fonoaudiologia.org.br/ comunicacao/campanha-seja- amigo-da-sua-voz-2018-2/. Acesso em: 05 mar. 2021.

Nesse texto, o trecho "Seja amigo da sua voz" indica

A
B
C
D

   Alternativa "A".

(Fonte da resolução: ?.)


07
(SEDUCE-GO - A.D. - 2021).

Leia o texto a seguir e responda:

    Bucolismo é o termo utilizado para designar uma espécie de poesia pastoral que descreve a qualidade ou o caráter dos costumes rurais, exaltando as belezas da vida campestre e da natureza, característica do arcadismo. A base material do progresso consubstanciava-se nas cidades. Mudava-se o mundo, modernizavam-se as cidades e, consequentemente, redobravam-se os problemas dos conglomerados urbanos. A natureza acenava com a ordem nos prados e nos campos, e os indivíduos resgatavam sentimentos corroídos pelo progresso. Os árcades buscavam uma vida simples, bucólica, longe do burburinho citadino. É presente nos textos e músicas que trazem ideia de uma vida simples na natureza e nos campos, com os animais e as pastagens. Segundo os árcades, a pureza, a beleza e a espiritualidade residem na natureza.

Disponível em: http://pt.wikipedia.org./wiki/Bucolismo. Acesso em: 6 abr. 2014. Fragmento.

Nesse texto, uma relação de causa e efeito está em:

A
B
C
D

   

   Portanto, alternativa "B".

(Fonte da resolução: ?.)


Leia os textos abaixo e, responda as questões 08, 09 e 10.

08
(SEDUCE-GO - A.D. - 2021).

Sinceridade de criança

    Era uma época de “vacas magras”. Morava só com meu filho, pagando aluguel, ganhava pouco e fui convidada para a festa de aniversário de uma grande amiga. O problema é que não tinha dinheiro messmoooooo.

    Fui a uma relojoaria à procura de uma pequena joia, ou bijuteria mesmo, algo assim, e pedi à balconista:

    — Queria ver alguma coisa bonita e barata para uma grande amiga!

    Ela me mostrou algumas peças realmente caras, que na época eu não podia pagar.

    Então eu pedi:

    — Posso ver o que você tem, assim... alguma coisa mais baratinha?

    E a moça me trouxe um pingente folheado a ouro... bonito e barato. Eu gostei e levei.

    Quando chegamos ao aniversário, (eu e meu filho) fomos cumprimentar minha amiga, que, ao abrir o presente, disse:

    — Nossa, muito obrigada!!!!! Que coisa linda!!!!!

    E meu filho, na sua inocência de criança bem pequena, sem saber bem o que significava a expressão “baratinha” completou:

    — E era a mais baratinha que tinha!!!.

Disponível em: http://recantodasletras.uol .com.br/infantil/610758. Acesso em: 22 mar. 2010.

Nesse texto, a expressão "'vacas magras'" (1º parágrafo) indica que a narradora

A
B
C
D

   Alternativa "C".

(Fonte da resolução: ?.)


09
Nesse texto, no termo "'baratinha'", as aspas destacam
A
B
C
D

   Alternativa "D".

(Fonte da resolução: ?.)


10
O enredo desse texto se desenvolve a partir
A
B
C
D

   Alternativa "C".

(Fonte da resolução: Prof. Warles.)


11
(SEDUCE-GO - A.D. - 2021).

Leia o texto a seguir e responda.


Disponível em: http:///sociedadedesativa.tumbir.com./post. Acesso em: 11 jul. 2012.

O humor desse texto está no fato de

A
B
C
D

   Alternativa "A".

(Fonte da resolução: ??.)


12
(SEDUCE-GO - A.D. - 2021).

Leia o texto a seguir e responda.

Nova lei ortográfica chega à escrita braile

    Todas as mudanças promovidas pelo acordo ortográfico serão adotadas pelo português convertido em braile, sistema criado pelo francês Louis Braille para pessoas com deficiência visual. O acordo influencia o braile, pois, nesse sistema, as palavras são escritas letra a letra, e cada vocábulo tem até seis pontos em relevo. Um cego treinado é capaz de detectar a ausência ou a presença do trema em determinadas palavras, assim como hífens, acentos e pontuações. Com isso, o Ministério da Educação já prevê a adaptação de livros didáticos em braile à nova grafia.

Língua Portuguesa. nº 41. São Paulo: Segmento, mar. 2009, p. 9.

O assunto desse texto é

A
B
C
D

   Alternativa "A".

(Fonte da resolução: Prof. Warles.)




segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Quiz 15: PORTUGUÊS 8° ANO

Quiz 15: PORTUGUÊS 8° ANO
QUIZ 15: PORTUGUÊS 8° ANO

(SEDUCE-GO - 5ª P.D - 2017). Leia o texto e, a seguir, responda as questões 01 e 02.

Um Amor Para Recordar

Livy

   Acabei de ler Um Amor Para Recordar e decidi que tinha que fazer esta resenha enquanto ainda tenho este incrível sentimento em mim (para bom entendedor: enquanto ainda estou com os olhos inchados de tanto chorar). Ok! Quem já leu algum livro do Nicholas Sparks, ou assistiu a algum dos filmes baseados nestes livros, vai saber do que estou falando. Suas estórias conseguem arrancar um pedaço do seu coração, e ao mesmo tempo te deixar com aquela sensação de que acabou de ler a estória mais linda que existe. Quando comecei a ler, não imaginei que o livro fosse me fazer chorar tanto quanto chorei, já que eu já sabia como a estória terminaria. Mas o fato é que o livro te surpreende, mesmo com o desfecho previsível. Cada detalhe é fascinante e o amor entre Jamie e Landon é inesquecível. Acho também que é possível tirar muitas lições do livro, e dentre elas o fato de que o amor e a fé nos dão forças e superam tudo. Não há como deixar de refletir sobre a importância da vida e o significado de nossos atos.

   Jamie é um exemplo de fé e de amor ao próximo, sempre buscando ajudar a todos, com bondade, sem guardar rancor e superando tudo com amor. Também é admirável, sendo uma pessoa simples e altruísta, de forma que poucos são, mesmo com o caminho já traçado pelo qual terá que passar.

   Além da beleza de Jamie, com sua fé e bondade inabaláveis, é incrível ver o amadurecimento de Landon e o modo como seu amor por Jamie transborda seu modo de encarar a vida para sempre. Achei o amor do casal, que cresce de forma tão bonita, aos pouquinhos conforme convivem, a coisa mais linda da estória. No começo você pode achar difícil que a estória vá te emocionar... Mas eu digo uma coisa: abra seu coração e deixe-se levar pelo romance e se emocione. Não há como evitar!

   Um Amor Para Recordar é, sem dúvida alguma, um livro que todos deveriam ter a oportunidade de ler. Nele vemos o significado da vida e do amor da forma mais pura e verdadeira, e podemos até mesmo parar para refletir e mudar muitos dos nossos conceitos.

Disponível em: http://www.nomundodoslivros.com/2011/05/ um-amor-para-recordar-de-nicholas.html. Acesso em: 17 maio 2017.

01
Segundo a autora da resenha, ao ler o livro “Um amor para recordar”, pode-se tirar como lição o fato de que o
A
B
C
D


02
No trecho “No começo você pode achar difícil que a estória vá te emocionar... Mas eu digo uma coisa: abra seu coração e deixe-se levar pelo romance e se emocione. Não há como evitar!”, a recomendação da resenhista para que todos leiam o livro “Um amor para recordar” demonstra que ela é
A
B
C
D


03
(SEDUCE-GO - 5ª P.D - 2017). O texto e, a seguir, responda.

Disponível em: http://artepardal.blogspot.com.br /2013_09_01_archive.html. Acesso em: 29 maio 2017.

Pela mensagem verbal e pela imagem, é possível entender que o anúncio

A
B
C
D


04
(SEDUCE-GO - 5ª P.D - 2017).Leia o texto e, a seguir, responda.

Amizadão

Ulisses Tavares

   Amigo, como o ar:

   Some e volta some e volta.

   No peito da gente, fica.

(Viva a poesia viva. 7. ed. São Paulo: Saraiva, 2004.)

A finalidade do texto acima é

A
B
C
D


05
(SEDUCE-GO - 5ª P.D - 2017). Leia os textos e, a seguir, responda.

   UIltraje a Rigor - Nós Vamos Invadir Sua Praia é um livro perfeito para quem é fã, ou até mesmo para quem não é e quer conhecer mais sobre o trabalho e trajetória do grupo. O grupo não é da minha época, mas eu já ouvi, e você com certeza também já ouviu estas músicas: Inútil, Marylou, Eu me amo, Nós Vamos Invadir sua Praia. O Ultraje a Rigor faz parte de uma geração de bandas de rock dos anos 80, e é justamente nesta época em que o rock começou a fazer sucesso no Brasil.

   O livro nos traz uma biografia super dinâmica, cheia de fotos, letras de músicas, depoimentos, cores, curiosidades, e com um trabalho gráfico muito lindo. Tudo muito atrativo! O livro conta também com muitas histórias e fotos descontraídas. Andréa Assenção conseguiu transmitir todo o humor do Ultraje durante o livro, e fez um trabalho excelente. Também percebemos como o humor é presente na trajetória da banda e em suas músicas que marcaram época e que continuam fazendo sucesso até hoje.

   Sem dúvida, este livro, escrito por Andréa Assenção, é daqueles livros que nos faz sentir parte da história e toda a luta de uma das bandas mais queridas do rock nacional. E eu, por exemplo, que não conheço todas as músicas, fiquei com uma vontade imensa de ouvir todas depois de ler esta biografia.

Disponível em: http://www.nomundodoslivros.com/2011/09/re .senha-ultraje-rigor-nos-vamos-invadir.html. Acesso em: 18 maio 2017.

O texto tem a finalidade de

A
B
C
D


06
(SEDUCE-GO - 5ª P.D - 2017). Leia o texto e, a seguir, responda.

Marinha VI

Gabriel Bicalho

   e

   no

   mar

   sereno

   sem remo

   sem rumo

   sem rumor

   :

   vê-las soltas ao sol

   as brancas velas

   do amor

Disponível em: http://www.antoniomiranda.com.br/poesia- infantil/img/Gabriel-bicalho.jpg. Acesso em: 18 maio 2017.

No verso: “vê-las soltas ao sol”, o termo “las” refere-se, no poema, à palavra

A
B
C
D


(SEDUCE-GO - 5ª P.D - 2017). Leia o texto e, a seguir, responda as questões 07 e 08.

Cora Coralina - Todas as Vidas

Traduzir a poesia

Bruno Carmelo

   É um alívio perceber que a porta de entrada do filme para a vida de Cora Coralina é a poesia. Parece uma escolha óbvia, mas não é: o diretor Renato Barbieri poderia se ater à imagem da escritora, à reconstituição idêntica aos fatos históricos, à vida de Cora como mãe, esposa, cozinheira etc. Entretanto, pela estética lúdica e pela leitura múltipla dos textos, percebe-se que a personagem é valorizada, acima de tudo, por sua produção artística.

   Cora Coralina é interpretada por diversas atrizes, que fazem menos um trabalho clássico de atuação do que uma evocação livre da escritora goiana. Ao invés de se preocuparem com a imitação, elas fornecem pontos de apoio para o espectador situar a poetisa no bairro onde morava, na casa em que cozinhava seus doces, na paisagem específica da ponte da Lapa. A aparência de Cora importa pouco: o principal é sua experiência de vida refletida nos textos. O público trava contato com as obras autobiográficas ora pela leitura floreada de Zezé Motta e Beth Goulart, ora pelo estilo duro de Camila Márdila e Teresa Seiblitz; ora com a gravidade de Walderez de Barros, ora com a fragilidade de Maju Souza.

   O subtítulo porta muito bem o seu nome, fazendo da fragmentação e da multiplicação uma maneira de comportar, simbolicamente, a riqueza interna de Cora Coralina. Enquanto especialistas discorrem sobre o estilo da escrita e sua evolução ao longo do tempo, amigos próximos contam episódios pessoais e traçam uma cronologia dos fatos. Isso não impede que a montagem trate a história da protagonista de modo excessivamente linear e verbal – somos constantemente informados para onde ela foi e de onde voltou, mas sabemos pouco do que sentiu ou expressou aos amigos. A captação das entrevistas, vale dizer, sofre com uma qualidade de fotografia e som desiguais. Mas a transição do documentário para ficção serve para construir uma espécie de lirismo campestre, contemplativo.

   A própria Cora, quando aparece, tem sua imagem fantasmática projetada na parede da casa onde morou. Este é mais um belo recurso da direção, respeitando o espectro enquanto tal, com a devida distância trazida pelo tempo e pela qualidade amadora do material de arquivo. O resultado é um olhar nostálgico, valorativo da mulher como trabalhadora, pioneira, disposta a confrontar a moral de um Brasil interiorano e conservador. Como bom pesquisador, Barbieri demonstra a necessidade de justificar suas escolhas, comprovando por vias fatuais o valor da poesia de Cora e seu caráter pioneiro na sociedade.

   Por fim, o espectador pode ter a impressão de assistir um projeto doméstico, inofensivo com suas cores pastéis e edição lânguida. O filme não traz revelações nem investigações profundas: em outras palavras, ele recusa o espetáculo. Para uma cinebiografia, esta é uma bem-vinda exceção. O diretor conseguiu encontrar uma forma visual capaz de dialogar com o estilo textual de Cora Coralina, sem rivalizar com ele ou tentar superá-lo. Esta talvez seja a melhor forma de homenagem: a poetisa tem seu estilo próprio refletido numa linguagem artística diferente da sua, de modo a estabelecer uma fértil expansão dos sentidos. O cinema apoia a literatura, que reforça o cinema.

Disponível em: http://www.adorocinema.com/filmes/ filme-244818/criticas-adorocinema/. Acesso em: 19 maio 2017.

07
No trecho: “Entretanto, pela estética lúdica e pela leitura múltipla dos textos, percebe-se que a personagem é valorizada, acima de tudo, por sua produção artística. ”, o termo “sua” refere-se à produção artística de
A
B
C
D


08
No trecho: “...na casa em que cozinhava seus doces, na paisagem específica da ponte da Lapa. (...). ”, a expressão “na paisagem específica da ponte da lapa” indica
A
B
C
D


09
(SEDUCE-GO - 5ª P.D - 2017).Leia o texto e, a seguir, responda as questões 09 e 10.

Poeminha amoroso

Cora Coralina

   Este é um poema de amor tão meigo, tão terno, tão teu... É uma oferenda aos teus momentos de luta e de brisa e de céu... E eu, quero te servir a poesia numa concha azul do mar ou numa cesta de flores do campo. Talvez tu possas entender o meu amor. Mas se isso não acontecer, não importa. Já está declarado e estampado nas linhas e entrelinhas deste pequeno poema, o verso; o tão famoso e inesperado verso que te deixará pasmo, surpreso, perplexo... eu te amo, perdoa-me, eu te amo...

Disponível em: https://pensador.uol.com.br/poemas_de_coralina/. Acesso em: 22 maio 2017.

No verso: “te deixará pasmo, surpreso, perplexo...”, a ordem em que as palavras em destaque se encontram pode sugerir que as sensações do eu lírico se

A
B
C
D


10
O trecho em que o eu lírico fala, diretamente, à pessoa amada é
A
B
C
D


11
(SARESP 2011). Leia o texto abaixo.

O galo que logrou a raposa

   Um velho galo matreiro, percebendo a aproximação da raposa, empoleirou-se numa árvore. A raposa, desapontada, murmurou consigo: “Deixe estar, seu malandro, que já te curo!. .. E em voz alta:

   – Amigo, venho contar uma grande novidade: acabou-se a guerra entre os animais. Lobo e cordeiro, gavião e pinto, onça e veado, raposa e galinhas, todos os bichos andam agora aos beijos, como namorados.

   Desça desse poleiro e venha receber o meu abraço de paz e amor.

   – Muito bem! – exclama o galo. Não imagina como tal notícia me alegra! Que beleza vai ficar o mundo, limpo de guerras, crueldades e traições! Vou já descer para abraçar a amiga raposa, mas ... como lá vêm vindo três cachorros, acho bom esperá-los, para que também eles tomem parte na confraternização.

   Ao ouvir falar em cachorro, Dona Raposa não quis saber de histórias, e tratou de pôr-se ao fresco, dizendo:

   – Infelizmente, amigo Có-có-ri-có, tenho pressa e não posso esperar pelos amigos cães. Fica para outra vez a festa, sim? Até logo. E raspou-se.

Contra esperteza, esperteza e meia. (Monteiro Lobato. Fábulas)

Esse texto é narrado

A
B
C
D


12
Leia o texto a seguir e responda.

FIQUE DE OLHO

Sex, 04/03/11 por Editor | categoria se liga

   A galera de Malhação está esperta combatendo a dengue! Theo e Pedro participaram de um mutirão no bairro, e Josiane e Dodói tomaram todos os cuidados para evitar focos do mosquito transmissor da doença na república.

   Eliminar focos de dengue é muito fácil! Se liga nas dicas! Coloque areia nos pratinhos das plantas e tampe caixas d’água e cisternas. Não deixe água acumular em nenhum tipo de recipiente e mantenha a lixeira sempre fechada! E se acha que já foi infectado, procure orientação médica!

Fonte: Malhação. Fique de olho. Disponível em: http://malhacao.globo.com. Acesso em: 17/03/2011. Adaptado.

O autor do texto utilizou uma linguagem mais informal para

A
B
C
D