terça-feira, 2 de novembro de 2021

ENEM_CN_2021_2ªAp

ENEM 2021 - 2ª APLICAÇÃO
ENEM 2021 - CIÊNCIAS DA NATUREZA - 2ª APLICAÇÃO

01
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

As notas musicais, assim como a grande maioria dos sons encontrados na natureza, são complexas e formadas pela superposição de várias ondas senoidais. A figura apresenta três componentes harmônicas e a composição resultante, construídas na mesma escala, para um instrumento sonoro. Essa composição carrega uma "assinatura sônica" ou timbre do corpo que a produz.


RODRIGUES. F. V. Fisiologia da música: uma abordagem comparativa (Revisão). Revista da Biologia. v. 2. jun. 2008 Disponível em: www.ib.usp.br. Acesso em: 22 jun. 2012 (adaptado)

Essas componentes harmônicas apresentam iguais

A
B
C
D
E

    Como todas as ondas são encontradas na natureza, então, ambas tem a mesma velocidade. Também, através das figuras, percebemos que tem a mesma amplitude (A), com exceção da onda do som complexo.

   Portanto, alternativa "A".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


02
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Um agricultor, visando melhorar a vida útil dos vegetais que comercializa, optou por embalagens a vácuo. Esse procedimento impede a proliferação dos principais microrganismos que participam da decomposição dos alimentos, prolongando o período de consumo dos vegetais.

Esse tipo de embalagem impede a proliferação de microrganismos porque

A
B
C
D
E

    O processo de embalagem a vácuo compreende a retirada do ar em contato com o alimento e selagem da embalagem, evitando assim a proliferação de organismos que dependem do oxigênio para sobreviver.

   Portanto, alternativa "E".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


03
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Segundo a propaganda de uma rede de hotéis, "milhões de toneladas de detergentes são lançados na natureza para a lavagem de toalhas utilizadas uma única vez". Num projeto para reduzir os impactos ambientais da lavagem de toalhas, além de incentivar a sua reutilização, a rede implementou melhorias no processo de lavagem e substituição dos surfactantes sintéticos por biossurfactantes.

A vantagem do uso de biossurfactantes na rede de hotéis seria

A
B
C
D
E

    Um dos fatores é a baixa toxicidade. Também, a menor probabilidade de provocar reações alérgicas torna os biossurfactantes mais seguros para serem utilizados em cosméticos, alimentos, produtos farmacêuticos e limpezas. Dessa forma, a vantagem do uso de biossurfactantes é a redução da contaminação ambienta pelos resíduos de limpeza.

   Portanto, alternativa "E".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


04
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Uma das principais vítimas do acelerado processo de deterioração causado pela poluição e pela pesca predatória nos oceanos são os recifes, que estão encontrando nas modernas impressoras 3D um poderoso aliado para sua recuperação. Cópias quase perfeitas de recifes produzidas em laboratório estão sendo colocadas no fundo dos mares para recompor o que foi destruído. As primeiras unidades estão submersas há quase um ano e já foram povoadas por peixes, algas e milhares de outras espécies marinhas que dependem dos recifes para se alimentar e procriar.

NUNES. A. C. Natureza recriada em impressora 3D. Disponível em: www.istoe.com.br. Acesso em: 25 jun. 2015 (adaptado).

Essa nova técnica para a proliferação das algas é ecologicamente importante porque esses organismos

A
B
C
D
E

    Essa nova técnica para a proliferação das algas é ecologicamente importante porque esses organismos são autótrofos (sintetizam o seu próprio alimento), atuando como base da cadeia alimentar marinha.

   Portanto, alternativa "A".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


05
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Buscando conhecer as informações técnicas de um ferro elétrico para avaliar o consumo de energia, um estudante identifica algumas informações desse eletrodoméstico fornecidas pelo fabricante, como mostra a figura.


Sabe-se que esse aparelho é utilizado, em média, 30 minutos por dia, durante 30 dias.

GREF. Física 3: Eletromagnetismo. São Paulo: Edusp, 1993 (adaptado).

Qual é o valor mais próximo do consumo mensal de energia desse eletrodoméstico, em kWh?

A
B
C
D
E

Dados:

[tex]P = 750\ W = 0,750\ kW [tex]

[tex]U = 115\ V [tex]

[tex]Δt = 30\ min\ = 0,5\ h/dia [tex]

O consumo mensal, (30 dias), desse eletrodoméstico é de:

    [tex]Consumo = E \cdot Δt [tex]

    [tex]Consumo = 0,750 \cdot 0,5 \cdot 30 [tex]

    [tex]Consumo = 11,25\ kwh [tex]

Portanto, alternativa "D".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


06
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Baterias são dispositivos que acumulam energia e estão presentes em inúmeros aparelhos portáteis. Uma bateria ideal não possui resistência interna. Entretanto, baterias reais apresentam resistência interna disponibilizando uma tensão efetiva V inferior à sua tensão nominal ε, conforme a figura. Uma vez que se sabe o valor da tensão nominal da bateria, determina-se sua carga pelo conhecimento da corrente i enquanto está conectada a um circuito de resistência R, de tensão efetiva V, e da resistência interna r da bateria.


De posse de um voltímetro V, de um amperímetro A e de uma resistência-teste R, a configuração adequada para avaliar a carga da bateria é:

A
B
C
D
E

    A configuração adequada devemos ter o voltímetro (V) em paralelo ao gerador (bateria) e o resistor (r)e amperímetro (A) devem serem associados em série.

   Portanto, alternativa "A".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


07
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

No manual de instruções de um conjunto de 30 lâmpadas idênticas, usadas para enfeite, está especificado que o conjunto deve ser ligado em uma rede elétrica de 120 V resultando em uma corrente total de 4,5 A. No entanto, o manual não informa a potência nominal de cada lâmpada para a aquisição de lâmpadas individuais de reposição em caso de queima. Depois de ligar o conjunto, percebe-se que, ao retirar qualquer lâmpada, um terço das demais não acende.

Qual a potência nominal de cada lâmpada?

A
B
C
D
E

Pelo enunciado, temos 30 lâmpadas idênticas. Isso implica que as lâmpadas têm resistências iguais. Também, informa que ao retirar qualquer lâmpada, um terço das demais não acende. Isso implica que o circuito tem três ramos, em paralelos, com 10 lâmpadas associadas em série. Observe a figura a seguir:

Como a corrente total é 4,5V. Então, cada ramo tem:

    [tex]i = \frac{4,5}{3} = 1,5\ V [tex]

Cálculo da potência total de cada ramo:

    [tex]P = U \cdot i = 120 \cdot 1,5 = 180\ W [tex]

A potência nominal de cada lâmpada é de:

    [tex]P = \frac{180\ W}{10} = 18\ W [tex]

Portanto, alternativa "B".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


08
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).
Especificações
técnicas
Consumo de
energia:
127 V ~ 60 Hz,
1 200 W
Potência
máxima:
700 W
Frequência
operacional:
2 450 MHz
Dimensões externas:
(A × L × P)
(22,5 × 32,0 × 29,2) cm
Capacidade
do forno:
20 litros
Uniformidade
de cozimento:
Sistema de
prato giratório
Peso líquido:10,22 kg

O quadro contém as especificações técnicas de um forno de micro-ondas, em que e possível distinguir entre a potência consumida pelo eletrodoméstico quando ligado em uma rede elétrica sob determinadas condições de tensão elétrica e frequência e a máxima potência fornecida aos alimentos nele aquecidos. Também distinguem-se a frequência de micro-ondas, à qual o alimento é submetido, e a frequência da rede elétrica.

Utiliza-se esse equipamento para descongelar um alimento durante 15 minutos, em potência máxima.

Durante o descongelamento, a frequência da onda eletromagnética que aquece o alimento e a quantidade aproximada de energia fornecida para aquecê-lo são, respectivamente,

A
B
C
D
E

De acordo com a tabela, a frequência da onda eletromagnética que aquece o alimento é a frequência operacional, ou seja, 2 450 MHz.

Agora, encontrar a energia para aquecimento:

    [tex] P = \frac{E}{Δt}[tex]

    [tex] E = P \cdot Δt[tex]

    [tex] E = 700W \cdot 15\ min[tex]

    [tex] E = 700W \cdot 15\ \cdot\ 60s[tex]

    [tex] E = 700W \cdot 900s[tex]

    [tex] E = 630\ 000\ w.s[tex]

    [tex] E = 630\ 000\ J[tex]

    [tex] E = 630\ KJ[tex]

Portanto, alternativa "A".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


09
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

O consumo excessivo de sal de cozinha é responsável por várias doenças, entre elas a hipertensão arterial. O sal rosa é uma novidade culinária pelo seu baixo teor de sódio se comparado a de outros sais. Cada 1 g desse sal contém cerca de 230 mg de sódio contra os cerca de 400 mg de sódio encontrados nessa mesma quantidade de um sal de cozinha tradicional. Estima-se que no Brasil a dose diária de consumo de sal de cozinha seja de 12 g, e a dose máxima recomendada é de menos de 5 g por dia. Considere a massa molar do sódio igual a 23 g/mol.

MILL, J. G. et al. Estimativa do consumo de sal pela população brasileira: resultado da Pesquisa Nacional de Saúde 2013. Rev. Bras. Epidemiol., n. 22, 2019 (adaptado).

Considerando-se a dose estimada de consumo de sal de cozinha no Brasil, em 30 dias um indivíduo que substituir o sal de cozinha tradicional pelo sal rosa promove uma redução na quantidade de sódio ingerida, em mol, mais próxima de

A
B
C
D
E

Calcular a massa do sal:

    12 g NaCl ----- 1 dia

    m ----- 30 dias

    m = 12 ∙ 30

    m = 360 g de NaCl

Para o sal tradicional:

    1 g NaCl ----- 400 mg Na

    360 g NaCl ----- x

    x = 360 ∙ 400 mg

    x = 144 000 mg

    x = 144 g de Na

Para o sal rosa:

    1 g NaCl ----- 230 mg Na

    360 g NaCl ----- y

    y = 360 ∙ 230 mg

    y = 82 800 mg

    y = 82,8 g de Na

Então, a redução é de:

    Redução = 144 – 82,8

    Redução = 61,2 g de Na

Agora, a resposta em mol:

    [tex] n = \frac{massa}{massa molar}[tex]

    [tex] n = \frac{61,2\ g}{23\ g/mol}[tex]

    [tex] n \cong 2,7\ mol[tex]

Portanto, alternativa "B".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


10
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

O biodiesel é um combustível alternativo ao diesel de petróleo que tem sido produzido em grande escala no Brasil a partir da transesterificação do óleo de soja em meio alcalino. Visando reduzir a competição com a indústria alimentícia, os óleos de fritura estão entre as matérias-primas alternativas que têm sido consideradas. Porém, o seu uso no processo tradicional é dificultado por causa da acidez de Bffinsted, desenvolvida durante o processo de degradação do óleo, conforme mostra o esquema genérico em que R representa um grupamento alquila qualquer.

A dificuldade mencionada é gerada pela presença de grupamentos:

A
B
C
D
E

   Alternativa "A".

(Créditos da resolução: ??.)


11
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Para demonstrar os processos físicos de separação de componentes em misturas complexas, um professor de química apresentou para seus alunos uma mistura de limalha de ferro, areia, cloreto de sódio, bolinhas de isopor e grãos de feijão. Os componentes foram separados em etapas, na seguinte ordem:

EtapaMaterial
separado
Método de
separação
1Grãos de feijãoCatação
2Limalha de ferroImantação
3Bolinhas de isoporFlotação
4AreiaFiltração
5Cloreto de sódioEvaporação

Em qual etapa foi necessário adicionar água para dar sequência as separações?

A
B
C
D
E

Tendo na etapa 3, a mistura de bolinhas de isopor, areia e cloreto de sódio, ao adicionarmos água, os bolinhas de isopor e areia não será dissolvido (flotação).

Como as bolinhas de isopor é menos densa que a água, ela flutuará, e a areia será deslocada para o fundo do recipiente (ela é mais densa que a água).

Portanto, alternativa "C".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


12
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

A Floresta Amazônica é uma "bomba" que suga água do ar vindo do oceano Atlântico e do solo, e a faz circular pela América do Sul, causando, em regiões distantes, as chuvas pelas quais os paulistas desejavam em 2014.

GUIMARÃES, M. Dança da chuva: a escassez de água que alarma o país tem relação íntima com as florestas. Pesquisa Fapesp, n. 226, dez. 2014 (adaptado).

O desmatamento compromete essa função da floresta, pois sem árvores

A
B
C
D
E

    Com o desmatamento, a ausência das árvores vai diminuir a superfície total de transpiração. O processo de transpiração vegetal engloba a passagem de água por todo o corpo da planta, desde sua absorção nas raízes, transporte através do xilema, movimentação até as porções superiores da parte aérea culminando com a sua evaporação na superfície das folhas através dos estômatos.

Portanto, alternativa "C".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


13
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

O solvente tetracloroeteno ou percloroetileno é largamente utilizado na indústria de lavagem a seco e em diversas outras indústrias, tais como a de fabricação de gases refrigerantes. Os vapores desse solvente, quando expostos à elevada temperatura na presença de oxigênio e água, sofrem degradação produzindo gases poluentes, conforme representado pela equação:

C₂Cl₄(g) + O₂(g) + H₂O(g) → 2 HCl(g) + Cl₂(g) + CO(g) + CO₂(g)

BORGES, L. D.; MACHADO, P. F. L. Lavagem a seco. Química Nova na Escola, n. 1, fev. 2013 (adaptado).

Os produtos dessa degradação, quando lançados no meio ambiente, contribuem para a

A
B
C
D
E

    A chuva ácida é consequência da poluição atmosférica com óxidos ácidos que reagem com a água da chuva, produzindo ácidos fortes. A emissão de gases poluentes na atmosfera, como óxidos ácidos e gases de efeito estufa, tem causado graves problemas ambientais, sendo que um deles é a chuva ácida.

   Portanto, alternativa "B".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


14
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Uma informação genética (um fragmento de DNA) pode ser inserida numa outra molécula de DNA diferente, como em vetores de clonagem molecular, que são os responsáveis por transportar o fragmento de DNA para dentro de uma célula hospedeira. Por essa biotecnologia, podemos, por exemplo, produzir insulina humana em bactérias. Nesse caso, o fragmento do DNA (gene da insulina) será transcrito e, posteriormente, traduzido na sequência de aminoácidos da insulina humana dentro da bactéria.

LOPES, D. S. A. et al. A produção de insulina artificial através da tecnologia do DNA recombinante para o tratamento de diabetes mellitus. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, v. 10, n. 1, 2012 (adaptado).

De onde podem ser retirados esses fragmentos de DNA?

A
B
C
D
E

    O DNA é encontrado principalmente nos cromossomos do interior do núcleo celular e nas mitocôndrias.

   Portanto, alternativa "A".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


15
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Alunos de um curso de ciências biológicas, em uma aula de campo, avaliaram as características dos ecossistemas aquáticos. Dentre as anotações realizadas pelo grupo de alunos estavam as seguintes afirmações sobre um lago:

I. Grande quantidade de peixes mortos, com intensa decomposição da matéria orgânica.

II. Número elevado de algas impedindo a chegada da luz às camadas inferiores da coluna-d'água.

III. Esgoto doméstico sendo lançado no lago.

IV. Bolhas emergindo do fundo do lago.

V. O lago é isolado do oceano por um extenso cordão arenoso.

Com base nas afirmações dos alunos, conclui-se que esse lago está passando por um processo de

A
B
C
D
E

    Eutrofização é o processo de poluição de corpos d´água, como rios e lagos, que acabam adquirindo uma coloração turva ficando com níveis baixíssimos de oxigênio dissolvido na água.

    Isso provoca a morte de diversas espécies animais e vegetais, e tem um altíssimo impacto para os ecossistemas aquáticos.

   Portanto, alternativa "C".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


16
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Em uma aula de métodos físicos de controle do crescimento dos microrganismos, foi realizada uma experiência para testar a ação do calor sobre duas espécies bacterianas: Escherichia coli (Ensaio A) e Bacillus subtilis (Ensaio B). Nesses ensaios, foram adicionadas duas gotas de cultura pura de cada uma das espécies em tubos de ensaio contendo meio nutritivo previamente esterilizado. Posteriormente, os tubos foram submetidos aos seguintes tratamentos:

Tubo 1: Tubo controle, sem tratamento.

Tubo 2: Fervura em banho-maria por 5 minutos.

Tubo 3: Fervura em banho-maria por 20 minutos.

Tubo 4: Autoclavação (processo de esterilização por calor úmido).

Após 48 horas de incubação, foi realizada a leitura dos ensaios, obtendo-se os seguintes resultados de crescimento microbiano:

Ensaio A
E. coli
Ensaio B
E. subtilis
Tubo 1Positivo Positivo
Tubo 2Positivo Positivo
Tubo 3Negativo Positivo
Tubo 4Negativo Negativo

A experiência para testar a ação do calor sobre as duas espécies bacterianas demonstrou que

A
B
C
D
E

    A experiência para testar a ação do calor sobre as duas espécies bacterianas demonstrou que ambas as espécies têm resistência à fervura por 5 minutos.

   Portanto, alternativa "B".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


17
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Em campos limpos do Cerrado, sobressaem cerca de 25 milhões de cupinzeiros com até 2,5 m de altura, que podem se tornar iluminados nas noites de primavera. Isso ocorre pela bioluminescência em larvas de uma espécie de vaga-lume que, após eclodirem dos ovos, cavam buracos no cupinzeiro, onde passam a viver. Ao emitirem intensa luz esverdeada, as larvas atraem insetos alados, dos quais se alimentam.

Parque Nacional das Emas: Cerco ao campo. Disponível em http://super.abril.com.br. Acesso em: 22 out. 2015 (adaptado)

Entre as larvas do vaga-lume e os insetos alados estabelece-se uma relação ecológica de

A
B
C
D
E

    Predação é uma interação na qual um organismo, o predador (insetos alados), come parte ou todo o corpo de um outro organismo, a presa (larvas).

   Portanto, alternativa "A".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


18
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Um estudo demonstrou que o bisfenol A, composto usado na fabricação de materiais plásticos, associado a uma longa lista de doenças, impediu a ação das desiodases, enzimas que atuam na transformação do hormônio T4 em T3.

TOLEDO. K. Disponível em http://agencia fapesp.br. Acesso em. 13. jun. 2019 (adaptado).

Esses hormônios são produzidos na(s) glândula(s)

A
B
C
D
E

    A transformação da T4 em T3, forma biologicamente ativa dos hormônios tireoidianos, ocorre pela ação de uma enzima deiodase específica, que possui selênio em sua estrutura.

   Portanto, alternativa "C".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


19
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

    Em certas anemias hemolíticas, estão presentes no sangue circulante algumas hemácias esféricas (esferócitos), que se rompem mais facilmente que as hemácias normais em soluções hipotônicas. Essa fragilidade é proporcional ao número de esferócitos presentes. Em um laboratório, foi realizada a determinação da fragilidade osmótica de cinco amostras distintas. Os resultados obtidos estão representados na tabela, em percentual de hemólise.

Concentração
de NaCl (%)
Amostra
1
Amostra
2
Amostra
3
Amostra
4
Amostra
5
1,0000000
0,8500400
0,75004200
0,65088800
0,600389603
0,55077100538
0,500881003955
0,4501001006677
0,40501001007996
0,359010010098100
0,3097100100100100
0,20100100100100100
0,10100100100100100
0,00100100100100100

Qual amostra apresenta o maior número de esferócitos?

A
B
C
D
E

    Como essas hemácias esféricas (esferócitos) se rompem mais facilmente que as hemácias normais em soluções hipotônicas. Essa fragilidade é proporcional ao número de esferócitos presentes. Então, a amostra apresenta o maior número de esferócitos.

Concentração
de NaCl (%)
Amostra
1
Amostra
2
Amostra
3
Amostra
4
Amostra
5
1,0000000
0,8500400
0,75004200
0,65088800
0,600389603
0,55077100538
0,500881003955
0,4501001006677
0,40501001007996
0,359010010098100
0,3097100100100100
0,20100100100100100
0,10100100100100100
0,00100100100100100

   Portanto, alternativa "C".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


20
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

O cladograma demonstra o grau de parentesco entre cinco grupos de animais vertebrados.


De acordo com esse cladograma, quais animais apresentam maior semelhança genética?

A
B
C
D
E

    Os animais que apresentam maior semelhança genética, animais mais próximos no cladograma, são o jacaré e Pardal. Existem apenas uma modificação (adaptação ao vôo).

   Portanto, alternativa "B".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


21
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

A densidade é uma propriedade que relaciona massa e volume de um material. Um estudante iniciou um procedimento de determinação da densidade de uma amostra sólida desconhecida. Primeiro ele determinou a massa da amostra, obtendo 27,8 g. Em seguida, utilizou uma proveta, graduada em mililitro, com água para determinar o volume da amostra, conforme esquematizado na figura. Considere a densidade da água igual a 1 g/mL.


A densidade da amostra, em g/mL, é mais próxima de

A
B
C
D
E

A densidade da amostra, em g/mL, é de:

    [tex] d = \frac{m}{V}[tex]

    [tex] d = \frac{27,8\ g}{(45\ -\ 35)\ mL}[tex]

    [tex] d = \frac{27,8\ g}{10\ mL}[tex]

    [tex] d = 2,78\ m/mL[tex]

Portanto, alternativa "E".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


22
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Alguns recipientes de cozinha apresentam condutividade térmica apropriada para acondicionar e servir alimentos. Assim, os alimentos acondicionados podem manter a temperatura, após o preparo, por um tempo maior. O quadro contém a condutividade térmica (k) de diferentes materiais utilizados na produção desses recipientes.

Condutividade térmica de materiais
Material k(kcal/h\ m\ ºC)
ICobre332,0
IIAlumínio175,0
IIIFerro40,0
IVVidro0,65
VCerâmica0,40

Considerando recipientes de mesma espessura, qual o material recomendado para manter o alimento aquecido por um maior intervalo de tempo?

A
B
C
D
E

    O material que apresentar o alimento aquecido por um maior intervalo de tempo é aquele que apresentar uma condutividade térmica “menor”. Logo, o recipiente de cerâmica é mais apropriado. Então, o recipiente V.

   Portanto, alternativa "E".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


23
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Um produto, obtido industrialmente da eletrólise de solução aquosa de cloreto de sódio, tem sido amplamente empregado na indústria, por exemplo, na fabricação de papéis, tecidos e sabões. Normalmente, esse produto é usado na desobstrução de encanamentos e sumidouros, pois é capaz de reagir com gorduras. No entanto, a sua manipulação exige cuidados, pois é altamente corrosivo, podendo, em contato com a pele, provocar vermelhidão, irritação ou "queimaduras" de tecidos vivos. Além disso, se o frasco do produto for abandonado aberto por um longo período de tempo, ele pode absorver [tex]CO_{2}[tex], convertendo-se em um sal.

Esse produto industrial é o

A
B
C
D
E

    O hidróxido de sódio, NaOH é o produto citado.

    O hidróxido de sódio é um sólido branco, cristalino, altamente tóxico e corrosivo, com ponto de fusão igual a 318 °C. Ele é bastante solúvel em água, e essa dissolução é muito exotérmica. A soda cáustica é muito utilizada em limpezas pesadas, mas deve-se tomar muito cuidado com a sua utilização, pois como ela é corrosiva, pode destruir os tecidos vivos e causar queimaduras graves.

    Outra aplicação da soda cáustica no cotidiano é na produção de sabão.

   Portanto, alternativa "D".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


24
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

O ácido sulfúrico ([tex]H_{2}SO_{4}[tex]) é um dos ácidos mais utilizados em indústrias e em laboratórios. O resíduo ácido gerado pelo seu uso pode provocar sérios danos ao meio ambiente. Em um laboratório, gerou-se uma grande quantidade de resíduo ácido a partir do ácido sulfúrico, o qual necessita ser neutralizado para o seu descarte.

O técnico desse laboratório tem à sua disposição cinco substâncias: [tex]CaO[tex], [tex]K_{2}SO_{4}[tex], [tex]NaHSO_{4}[tex], [tex]CH_{3}CH_{2}OH[tex] e [tex]C_{5}H_{9}CONH_{2}[tex].

Qual dessas substâncias é a adequada para realizar esse tratamento?

A
B
C
D
E

As reações de neutralização ocorrem quando um ácido e uma base reagem, formando sal e água. Quando misturamos um ácido e uma base, uma substância irá neutralizar as propriedades da outra, pois elas reagem quimicamente entre si e, por isso, essa reação é denominada de reação de neutralização.

Neste caso, o ácido sulfúrico ([tex]H_{2}SO_{4}[tex]) vai reagir com óxido de cálcio (base).

  [tex]H_{2}SO_{4} + CaO  →  CaSO_{4} + H_{2}O [tex]

Portanto, alternativa "A".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


25
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

A balança de braços iguais (balança A) faz a medição por meio da comparação com massas de referência colocadas em um dos pratos. A balança de plataforma (balança B) determina a massa indiretamente pela força de compressão aplicada pelo corpo sobre a plataforma.


As balanças A e B são usadas para determinar a massa de um mesmo corpo. O procedimento de medição de calibração foi conduzido em um local da superfície terrestre e forneceu o valor de 5,0 kg para ambas as balanças. O mesmo procedimento de medição é conduzido para esse corpo em duas situações.

Situação 1: superfície lunar, onde o módulo da aceleração da gravidade é 1,6 m/s². A balança A forneceu o valor m1, e a balança B forneceu o valor m2.

Situação 2: interior de um elevador subindo com aceleração constante de módulo 2 m/s², próximo à superfície da Terra. A balança A forneceu o valor m3, e a balança B forneceu o valor m4.

Disponível em: http://fisica.tubalivre.com. Acesso em: 23 nov. 2013 (adaptado).

Em relação ao resultado do procedimento de calibração, os resultados esperados para a situação 1 e 2 são, respectivamente,

A
B
C
D
E

Como a calibração das balanças foi em meio terrestre e que, a balança 1 faz a medição por meio da comparação com massas de referência colocadas em um dos pratos. E, que a balança de plataforma (balança B) determina a massa indiretamente pela força de compressão aplicada pelo corpo sobre a plataforma.

  Com isso, m1 = 5,0 kg (mesma massa na terra) e m2 < 5,0 kg (pois a gravidade na lua é 1,6 m/s²).

  Agora, m3 = 5,0 kg (massa na terra) e m4 > 5,0 kg (com a subida do elevador vai aumentar a força de compressão aplicada na balança pelo corpo).

Portanto, alternativa "A".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


26
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Foi realizada uma perícia técnica de um acidente de trânsito em que um carro colidiu com uma van em um cruzamento a 90°, como esquematizado na figura. A van tem massa duas vezes maior que o carro. Depois da colisão, os dois veículos permaneceram "grudados" um ao outro e deslocaram-se a um ângulo de 45° com a direção de suas velocidades iniciais. Um radar mediu o módulo da velocidade da van, imediatamente antes da colisão, encontrando 40 km/h.


Qual o valor do módulo da velocidade do carro, em quilômetro por hora (km/h), imediatamente antes da colisão?

A
B
C
D
E

Dados:

[tex]m_{V} = massa\ da\ van[tex]

[tex]m_{C} = massa\ do\ carro[tex]

[tex]Vm_{V} = 2 \cdot m_{C} [tex]

[tex]α = 45° [tex]

[tex]V_{V} = 40\ km/h v [tex]


    [tex]tg\ 45º = \frac{cateto\ oposto}{cateto\ adjacente} [tex]

    [tex]tg\ 45º = \frac{Q_{V}}{Q_{C}} [tex],  [tex]sendo, m_{V} = 2\ \cdot\ m_{C} [tex]

    [tex]tg\ 45º = \frac{m_{V}\ \cdot\ V_{V}}{m_{C}\ \cdot\ V_{C}} [tex]

    [tex]1 = \frac{2\ \cdot\ V_{V} }{V_{C}} [tex]

    [tex]1 = \frac{2\ \cdot\ 40}{V_{C}} [tex]

    [tex] {V_{C} = 80\ km/h} [tex]

Portanto, alternativa "E".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


27
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

No dia 14 de julho de 2015, a sonda espacial norte-americana New Horizons atingiu o ponto mais próximo que qualquer artefato humano esteve do planeta-anão Plutão. Neste instante a distância da sonda à Terra era de aproximadamente 5 bilhões de quilômetros. As primeiras imagens de Plutão não chegaram à Terra instantaneamente quando enviadas através de um sinal de rádio, pois a velocidade da luz é de [tex]3 × 10^{8} m/s[tex].

NOGUEIRA, S. Uma jornada até Plutão. Pesquisa Fapesp, n. 234, ago. 2015. Disponível em: https://revistapesquisa.fapesp.br. Acesso em: 2 jul. 2019 (adaptado).

No momento da máxima aproximação de Plutão, o valor mais próximo do tempo decorrido entre o envio de uma imagem pela antena transmissora da sonda e sua recepção por uma antena receptora na Terra é

A
B
C
D
E

Dados:

[tex] ΔS = 5\ bilhões\ km = 5 × 10^{12}\ m [tex]

[tex] Δt =\ ? [tex]

Agora, calcular o tempo:

    [tex] V = \frac{ΔS}{Δt}[tex]

    [tex] 3 × 10^{8} = \frac{5 × 10^{12}}{Δt}[tex]

    [tex] Δt = \frac{5 × 10^{12}}{3 × 10^{8}}[tex]

    [tex] Δt = 1,666.. × 10^{4} [tex]

    [tex] Δt \cong\ 1,7 × 10^{4}\ s [tex]

Portanto, alternativa "D".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


28
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Grande parte da atual frota brasileira de veículos de passeio tem tecnologia capaz de identificar e processar tanto o etanol quanto a gasolina. Quando queimados, no interior do motor, esses combustíveis são transformados em produtos gasosos, num processo com variação de entalpia menor que zero (ΔH < O). Esse processo necessita de uma energia de ativação, a qual é fornecida por uma centelha elétrica.

O gráfico que esboça a variação da energia potencial no progresso da reação é representado por:

A
B
C
D
E

Pelo enunciado temos ΔH < O, ou seja, a reação é exotérmica. Para isso ocorrer, devemos ter a entalpia dos produtos maior que as reagentes.

   [tex]∆H = H_{(Produtos)} – H_{(Reagentes)} [tex]

Portanto, alternativa "E".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


29
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

As radiações ionizantes são caracterizadas por terem energia suficiente para arrancar elétrons de um átomo. Ao interagirem com os tecidos do corpo humano, dão origem a diversos efeitos, que podem levar à morte de células. Os principais tipos de radiação ionizante são as radiações gama (originadas em transições nucleares), raios X (originados em transições eletrônicas), alfa (núcleos de hélio), elétrons e nêutrons. O quadro apresenta algumas propriedades para esses diferentes tipos de radiação.

Tipo de radiaçãoMassa (u.m.a)Carga
Gama00
Raios X00
Alfa4+ 2
Elétrons[tex] \frac{1}{2\ 000}[tex]- 1
Nêuntrons10

Para uma mesma intensidade de radiação, a que tem o menor poder de penetração em tecidos é a radiação

A
B
C
D
E

    De acordo com a tabela, a radiação Alfa tem o menor poder de penetração pois apresenta maior massa.

   Portanto, alternativa "A".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


30
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

O Brasil possui um nível de irradiação solar tão alto que mesmo no local menos ensolarado do país é possível gerar mais eletricidade solar que no local mais ensolarado da Alemanha, que investe muito no desenvolvimento e implantação de plantas fotovoltaicas.

No ano de 2013, a quantidade de energia elétrica gerada em toda a Alemanha a partir de células solares, cuja eficiência média é de 15%, somou 30 000 GWh em uma área estimada de 170 km². Por sua vez, no chamado cinturão solar brasileiro, a irradiação chega a atingir 2 200 kWh/m² anuais. Uma alternativa de geração de energia elétrica nessa região é a instalação de células solares como as da Alemanha, que podem abastecer milhões de residências. No Brasil, nos últimos anos, o consumo médio residencial foi da ordem de 2000 kWh anuais.

PIERRO, B. Para aproveitar o sol. Pesquisa Fapesp, n. 258, ago. 2017 (adaptado).

O número de residências, em milhões, que poderiam ser abastecidas caso fossem instalados, no cinturão solar brasileiro, painéis solares com área e eficiência equivalentes aos utilizados na Alemanha é mais próximo de:

A
B
C
D
E

Dados:

170 km² = 170 ∙ 1 000 000 = 170 ∙ 10⁶ m²

Eficiência média: 15% = 0,15

Irradiação no cinturão solar: 2 200 kWh/m² anuais

Consumo médio residencial no Brasil: 2000 kWh anuais.

Dessa forma, temos:

   [tex] 2\ 200\ kwh\ ----\ 1\ m^{2} [tex]

    [tex] x\ ----\ 170 \cdot 10^{6}\ m^{2} [tex]

    [tex] x = 2200 \cdot 170 \cdot 10^{6} [tex]

    [tex] x = 374\ 000 \cdot 10^{6} [tex]

    [tex] x = 374\ \cdot 10^{3} \cdot 10^{6} [tex]

    [tex] x = 374\ \cdot 10^{9}\ kwh [tex]

Como a eficiência média é de 15%, Logo:

    [tex] = 15 \%\ \cdot 374\ \cdot 10^{9}\ kwh [tex]

    [tex] = 0,15 \cdot 374\ \cdot 10^{9}\ kwh [tex]

    [tex] = 56,1\ \cdot 10^{9}\ kwh [tex]

Agora, encontrar o número de residências, em milhões, que poderiam ser abastecidas caso fossem instalados, no cinturão solar brasileiro:

  [tex]nº\ de\ residências = \frac{56,1\ \cdot\ 10^{9}\ kwh}{2\ \cdot\ 10^{3}} [tex]

  [tex]nº\ de\ residências = 28,05\ \cdot\ 10^{6} [tex]

  [tex]nº\ de\ residências = 28,05\ milhões [tex]

Portanto, alternativa "C".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


31
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Pretende-se construir um banheiro em uma área externa, no qual serão instalados dois chuveiros elétricos que podem ser ligados simultaneamente, cada um com consumo de 5,5 kW. A tensão disponível na rede elétrica é de 220 V. Sabe-se que quanto maior for a área de seção reta de um cabo elétrico maior será a intensidade de corrente que ele conseguirá suportar, porém, maior será o seu custo. Portanto, deve ser selecionado o cabo de menor área de seção reta que seja capaz de suportar a corrente requerida para a instalação. No quadro são apresentados os valores nominais de área de seção reta de cabos elétricos comumente encontrados no mercado (com isolamento térmico), com suas correspondentes correntes máximas.

Área de seção
reta (mm²)
Corrente máxima
(A)
0,512
1,523
2,531
6,054
16,0100

ABNT. NBR 5410/2004: método de referência B1 para cabos de cobre com isolamento em EPR ou XLPE (90 °C) com dois condutores carregados. Disponível em: www.iar.unicamp.br. Acesso em: 30 out. 2015 (adaptado).

O cabo que apresenta o menor custo e que suporta a corrente total necessária na fiação dos chuveiros é o que tem a área de seção reta, em mm², igual a:

A
B
C
D
E

Dados:

[tex]P = 5,5\ kW = 5\ 500\ W [tex]

[tex]U = 220\ V [tex]

[tex]i =\ ?\ (2\ chuveiros) [tex]

Agora, calcular o valor dessa corrente:

    [tex]P = U \cdot i [tex]

    [tex]2 \cdot 5\ 500 = 220 \cdot i [tex]

    [tex]11\ 000 = 220 \cdot i [tex]

    [tex]\frac{11\ 000}{220} = i [tex]

    [tex]i = 50\ A [tex]

Portanto, o cabo que apresenta o menor custo e que suporta a corrente total necessária na fiação dos chuveiros é o que tem a área de seção reta, em mm², de 6 mm².

Portanto, alternativa "D".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


32
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Para gerar energia elétrica em uma hidrelétrica é necessário integrar a vazão do rio, a quantidade de água disponível em determinado período de tempo e os desníveis do relevo, sejam eles naturais, como as quedas-d'água, ou criados artificialmente. Existem dois tipos de unidades de geração de energia: acumulação e fio-d'água. As unidades de acumulação são localizadas em locais com altas quedas-d'água e, dado o seu grande porte, permitem o acúmulo de grande quantidade de água. As unidades a fio-d'água geram energia com o fluxo de água do rio, ou seja, pela vazão com mínimo ou nenhum acúmulo do recurso hídrico.

Em uma região existem rios com potencial para geração de energia. No intuito de construir uma unidade de fio-d'água, deve-se comparar as características desses rios.

Atlas de energia elétrica do Brasil. Disponível em: www.fisica.net. Acesso em: 4 dez. 2018 (adaptado).

A principal grandeza física desses rios que deve ser observada é o(a)

A
B
C
D
E

    No intuito de construir uma unidade de fio-d'água, deve-se ter a velocidade de correnteza maior.

   Portanto, alternativa "A".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


33
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Os compostos iônicos [tex]CaCO_{3}[tex] e [tex]NaCl[tex] têm solubilidades muito diferentes em água. Enquanto o carbonato de cálcio, principal constituinte do mármore, é praticamente insolúvel em água, o sal de cozinha é muito solúvel. A solubilidade de qualquer sal é o resultado do balanço entre a energia de rede (energia necessária para separar completamente os íons do sólido cristalino) e a energia envolvida na hidratação dos íons dispersos em solução.

Em relação à energia de rede, a menor solubilidade do primeiro composto é explicada pelo fato de ele apresentar maior

A
B
C
D
E

    Como a solubilidade de qualquer sal é o resultado do balanço entre a energia de rede (energia necessária para separar completamente os íons do sólido cristalino) e a energia envolvida na hidratação dos íons dispersos em solução. Então, em relação à energia de rede, a menor solubilidade do carbonato de cálcio ([tex]CaCO_{3}[tex]) é explicada pelo fato de ele apresentar maior atração entre seus íons.

   Portanto, alternativa "A".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


34
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Uma transformação química que acontece durante o cozimento de verduras e vegetais, quando o meio está ácido, é conhecida como feofitinização, na qual a molécula de clorofila (cor verde) se transforma em feofitina (cor amarela). Foi realizado um experimento para demonstrar essa reação e a consequente mudança de cor, no qual os reagentes indicados no quadro foram aquecidos por 20 minutos.

Reagentes
Uma folha de couve picada
e 150 mL de água
Uma folha de couve picada,
150 mL de água e suco de um limão
Uma folha de couve picada, 150 mL
de água e g de bicarbonato de sódio

OLIVEIRA, M. F. ; PEREIRA-MAIA, E. C. Alterações de cor dos vegetais por cozimento: experimento de química inorgânica biológica. Química Nova na Escola, n. 25, maio, 2007 (adaptado).

Finalizado o experimento, a cor da couve, nos béqueres 1, 2 e 3, respectivamente, será

A
B
C
D
E

Quando o meio está ácido, é conhecida como feofitinização, na qual a molécula de clorofila (cor verde) se transforma em feofitina (cor amarela). Logo:

Béquer 1: Não ocorre a feofitinização. Logo, VERDE.

Béquer 2: Suco de limão torna o meio ácido. Logo: AMARELA.

Béquer 3: Bicarbonato de sódio torna o meio alcalino: VERDE.

Portanto, alternativa "C".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


35
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

As plantas realizam fotossíntese pela captura do gás carbônico atmosférico e, juntamente com a água e a luz solar, produzem os carboidratos. No esquema está apresentada a equação desse processo, em que as letras x e y representam os coeficientes estequiométricos da reação.

Quais são os valores dos coeficientes x e y da equação balanceada de produção do carboidrato e oxigênio?

A
B
C
D
E

Primeiro vamos encontrar a fórmula molecular do carboidrato e depois fazer o balanceamento.

Agora, o balanceamento:

  [tex] x\ CO_{2} +\ y H_{2}O  \Longrightarrow  (C_{12}H_{20}O_{10})_{n} + 12n\ O_{2}[tex]

  [tex] \color{Red}{12}\ CO_{2} +\ \color{Red}{10n}\ H_{2}O  \Longrightarrow  (C_{12}H_{20}O_{10})_{n} + 12n\ O_{2}[tex]

    Logo, [tex] x = 12n;  y = 10n[tex]

Portanto, alternativa "D".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


36
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

A presença de substâncias ricas em enxofre em áreas de mineração provoca preocupantes impactos ambientais. Um exemplo dessas substâncias é a pirita (FeS₂ ), que, em contato com o oxigênio atmosférico, reage formando uma solução aquosa ferruginosa, conhecida como drenagem ácida de minas, segundo a equação química:

4 FeS₂ (s) + 15 O₂ (g) + 2 H₂ O (l) → 2 Fe₂ (SO₄)₃ (aq) + 2 H₂SO₄ (aq)

Em situações críticas, nas quais a concentração do ácido sulfúrico atinge 9,8 g/L, o pH alcança valores menores que 1,0. Uma forma de reduzir o impacto da drenagem ácida de minas é tratá-la com calcário (CaCO₃). Considere que uma amostra comercial de calcário, com pureza igual a 50% em massa, foi disponibilizada para o tratamento.

FIGUEIREDO, B. R. Minérios e ambientes. Campinas: Unicamp, 2000 (adaptado).

Qual é a massa de calcário, em gramas, necessária para neutralizar um litro de drenagem ácida de minas, em seu estado crítico, sabendo-se que as massas molares do [tex]CaCO_{3}[tex]; e do [tex]H_{2}SO_{4}[tex]; são iguais a 100 g/mol e 98 g/mol, respectivamente?

A
B
C
D
E

Dados:

Concentração de [tex]H_{2}SO_{4}[tex]: 9,8 g/L

Pureza de [tex]CaCO_{3}[tex]: 50 %

Massa total de [tex]CaCO_{3}[tex]: ?

Volume do [tex]H_{2}SO_{4}[tex]: 1 Litro

Cálculo da concentração comum do [tex]H_{2}SO_{4}[tex].

    [tex] C = \frac{m}{V}[tex]

    [tex] 9,8 = \frac{m}{1\ L}[tex]

    [tex] m = 9,8\ gramas\ de\ H_{2}SO_{4}[tex]

A equação da química da reação do [tex]H_{2}SO_{4}[tex] e [tex]CaCO_{3}[tex]:

  [tex]H_{2}SO_{4}\ +\ CaCO_{3}  →  CaSO_{4} + H_{2}CO_{3}[tex]

  [tex] 98\ g\ ---\ 100\ g[tex]

  [tex] 9,8\ g ---\ x\ g [tex]

  [tex] 98x = 9,8 \cdot 100 [tex]

  [tex] x = \frac{980}{98} [tex]

  [tex] x = 10\ gramas\ de\ CaCO_{3} [tex]

Como a pureza do [tex]CaCO_{3}[tex] é de 50%. Logo:

  [tex] 10\ g\ de\ CaCO_{3}\ ---\ 50\ \%[tex]

  [tex] x\ g -------\ 100\ \% [tex]

  [tex] 50x = 10 \cdot 100 [tex]

  [tex] x = \frac{1\ 000}{50} [tex]

  [tex] x = 20\ de\ CaCO_{3} [tex]

Portanto, alternativa "D".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


37
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Para preparar o vinho de laranja, caldo de açúcar é misturado com suco de laranja, e a mistura é passada em panos para retenção das impurezas. O líquido resultante é armazenado em garrafões, que são tampados com rolhas de cortiça. Após oito dias de repouso, as rolhas são substituídas por cilindros de bambu e, finalmente, após dois meses em repouso ocorre novamente a troca dos cilindros de bambu pelas rolhas de cortiça.

RESENDE, D. R.; CASTRO, R. A.; PINHEIRO, P. C. O saber popular nas aulas de química: relato de experiência envolvendo a produção do vinho de laranja e sua interpretação no ensino médio. Química Nova na Escola, n. 3, ago. 2010 (adaptado).

Os processos físico e químico que ocorrem na fabricação dessa bebida são, respectivamente,

A
B
C
D
E

Os processos são:

Físico: filtração (a mistura é passada em panos para retenção das impurezas).

Químico: fermentação (O líquido resultante é armazenado em garrafões, que são tampados com rolhas de cortiça).

Portanto, alternativa "C".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


38
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Uma antiga forma de produzir um dos constituintes de argamassas é o aquecimento a altas temperaturas de materiais componentes dos sambaquis, que são sítios arqueológicos formados essencialmente por restos de moluscos. A decomposição térmica da principal substância desses sítios arqueológicos resulta na formação de dois compostos apenas. Um deles é um óxido sólido e o outro é um óxido gasoso. A reação do primeiro com água resulta na formação de [tex]Ca(OH)_{2}[tex] (aquoso), enquanto a reação do segundo resulta em [tex]H_{2}CO_{3}[tex] (aquoso).

A fórmula da principal substância encontrada nesses sítios arqueológicos é:

A
B
C
D
E

    Essa substância principal é o carbonato de cálcio [tex]CaCO_{3}[tex]. Que apresenta a seguinte equação:

  [tex] CaCO_{3} →  \underbrace{CaO}_{óxido\ sólido} + \underbrace{CO_{2}}_{óxido\ gasoso} [tex]

A reação do primeiro com água: Óxido sólido: [tex]CaO[tex]

  [tex] CaO + H_{2}O  →  Ca(OH)_{2}\ (aq) [tex]

A reação do segundo com água: Óxido gasoso: [tex]CO_{2}[tex]

  [tex]CO_{2} + H_{2}O  →  H_{2}CO_{3} (aq)[tex]

Portanto, alternativa "C".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


39
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Um marceneiro esqueceu um pacote de pregos ao relento, expostos à umidade do ar e à chuva. Com isso, os pregos de ferro, que tinham a massa de 5,6 g cada, acabaram cobertos por uma camada espessa de ferrugem ([tex]Fe_{2}O_{3} \cdot H_{2}0[tex]), uma substância marrom insolúvel, produto da oxidação do ferro metálico, que ocorre segundo a equação química:

[tex] 2\ Fe\ (s) + \frac{3}{2}\ O_{2} (g) + H_{2}O (l)  →  Fe_{2}O_{3} \cdot H_{2}O (s) [tex]

Considere as massas molares (g/mol): H = 1; O = 16; Fe = 56.

Qual foi a massa de ferrugem produzida ao se oxidar a metade (50%) de um prego?

A
B
C
D
E

Dados:

Massa do prego: 5,6 gramas

Massa de meio prego: 2,8 gramas

Massa de ferrugem ([tex]Fe_{2}O_{3} \cdot H_{2}O (s)[tex]): ?

MM [tex]Fe_{2}O_{3} \cdot H_{2}O = 56 ∙ 2 + 16 ∙ 3 + 2 ∙ 1 + 16 = 112 + 48 + 2 + 16 = 178

MM (Fe) = 56

Então, a massa de ferrugem produzida ao se oxidar a metade (50%) de um prego é de:

[tex] 2\ Fe\ (s) + \frac{3}{2}\ O_{2} (g) + H_{2}O (l)  →  Fe_{2}O_{3} \cdot H_{2}O (s) [tex]

2 ∙ 56 g ------------------------------------- 178 g

2,8 g ------------------------------------------- x g

112x = 2,8 ∙ 178

[tex]x = \frac{498,4}{112} [tex]

[tex]x = 4,45\ gramas\ de\ ferrugem [tex]

Portanto, alternativa "A".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


40
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

A figura é uma representação esquemática de uma estação de tratamento de água. Nela podem ser observadas as etapas que vão desde a captação em represas até a distribuição à população. No intuito de minimizar o custo com o tratamento, foi proposta a eliminação da etapa de adição de hipoclorito de sódio e o resultado foi comparado com o da água tratada em todas as etapas.

Distribuição Disponível em: http://ecopoa.orgfree.com. Acesso em: 18 dez. 2012 (adaptado).

Caso fosse aceita a proposta apresentada, qual seria a mudança principal observada na qualidade da água que seria distribuída às residências?

A
B
C
D
E

    A eliminação da etapa de adição de hipoclorito de sódio está relacionada com a desinfecção da água (atua na eliminação de bactérias). Portanto, ocorrerá o aumento do teor de bactérias na água.

   Portanto, alternativa "E".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


41
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Polímeros biodegradáveis são polímeros nos quais a degradação resulta da ação de microrganismos de ocorrência natural, como bactérias, fungos e algas, podendo ser consumidos em semanas ou meses sob condições favoráveis de biodegradação. Na ausência de oxigênio, ocorre a biodegradação anaeróbica, conforme representação esquemática simplificada.

[tex]C_{(Polímero)} \underbrace{→}_{microrganismos} CO_{2} + CH_{4} + H_{2}O + C_{(Resíduo)} + C_{(Biomassa)} [tex]

Durante esse processo, há a formação de produtos que podem ser usados para a geração de energia. Um desses produtos é encontrado no estado físico de menor agregação da matéria e pode ser diretamente usado como combustível.

BRITO, G. F. et al. Biopolímeros, polímeros biodegradáveis e polímeros verdes. Revista Eletrônica de Materiais e Processos, n. 2, 2011 (adaptado).

O produto que apresenta essas características é

A
B
C
D
E

    O produto que é encontrado no estado físico de menor agregação da matéria e pode ser diretamente usado como combustível. Também, podem ser usados para a geração de energia. Esse produto é o [tex]CH_{4}[tex] (metano).

   Portanto, alternativa "B".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


42
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Ao longo do processo evolutivo, adaptações anatômicas e fisiológicas permitiram a sobrevivência de plantas ás condições dos diferentes ambientes habitados. O quadro apresenta exemplos de cinco plantas com diferentes características.

PlantaAdaptação
ICaule carnoso
IICaule tipo rizóforo
IIIRaízes tuberosas
IVRaízes sugadoras
VRaízes tipo pneumatóforos

FAHN, A.; CUTLER, D. Xerophytes. Berlin: Gebruder Borntraeger, 1992 (adaptado).

Qual dessas plantas é adaptada a ambientes com disponibilidade restrita de água?

A
B
C
D
E

    Plantas com caule carnosos é que apresenta caule volumoso, porém tenro e constituído de tecidos ricos em água.

   Portanto, alternativa "A".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


43
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

O crescimento vegetal pode ser influenciado tanto pela disponibilidade de nutrientes como por substâncias reguladoras. Na hidroponia, técnica de cultivar hortaliças sem solo, as raízes ficam suspensas em meio líquido contendo solução nutritiva controlada para otimizar o crescimento da planta.

Para garantir um crescimento satisfatório dessas hortaliças, a solução nutritiva empregada nessa técnica deve conter quantidades adequadas de

A
B
C
D
E

    Para que tenha um crescimento satisfatório dessas hortaliças, a solução nutritiva empregada nessa técnica deve conter quantidades adequadas de minerais.

   Portanto, alternativa "C".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


44
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Probióticos são microrganismos vivos utilizados na promoção da saúde, uma vez que ajudam na reposição da microbiota intestinal. No entanto, recomendações médicas indicam que probióticos de origem bacteriana não devem ser consumidos ao mesmo tempo que antibióticos, sendo necessário um intervalo entre a ingestão de um e outro.

O consumo concomitante desses promotores da saúde poderá causar a

A
B
C
D
E

    O consumo concomitante desses promotores, probióticos e antibióticos, poderão causar a redução da densidade de bactérias simbióticas (à associação de dois ou mais seres que, embora pertençam a diferentes espécies, são definidos como um só organismo.)

   Portanto, alternativa "E".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)


45
(ENEM 2021 - 2ª Aplicação).

Em uma palestra, o apresentador falou sobre uma importante doença negligenciada no Brasil, citando algumas medidas ou ações que podem ser adotadas para o seu controle, tais como: a eutanásia de cães soropositivos, a borrifação com inseticida, a remoção de matéria orgânica e a poda de árvores no quintal das residências.

No texto, a qual doença o apresentador se referia?

A
B
C
D
E

    A Leishmaniose Visceral (LV) é uma doença causada por um protozoário da espécie Leishmania chagasi. O ciclo evolutivo apresenta duas formas: amastigota, que é obrigatoriamente parasita intracelular em mamíferos, e promastigota, presente no tubo digestivo do inseto transmissor. Medidas de combate comoa a eutanásia de cães soropositivos, a borrifação com inseticida, a remoção de matéria orgânica e a poda de árvores no quintal das residências.

    Portanto, esse doença é Leishmaniose visceral.

   Portanto, alternativa "C".

(Créditos da resolução: Prof. Warles.)




Um comentário: