Meus seguidores

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Quiz 17: PORTUGUÊS 9° ANO

Quiz 17: PORTUGUÊS 9° ANO
QUIZ 17: PORTUGUÊS 9° ANO

1. (Ubajara – CE). Leia o texto abaixo e responda.

A pirâmide de números

José Luís Soares

    A energia luminosa captada da luz solar pelas plantas, durante o fenômeno da fotossíntese e transformada em energia química fica acumulada na matéria orgânica. E assim ela passa pelos diversos níveis de alimentação das cadeias. Sucede, entretanto, que o potencial do fluxo de energia através dos ecossistemas diminui gradativamente a cada passagem de um nível alimentar para outro.

A frase sublinhada no texto, faz referências a:


2. (SABE). Leia o texto abaixo.

O burrinho pedrês

    As ancas balançam, e as vagas de dorsos, das vacas e touros, batendo com as caudas, mugindo no meio, na massa embolada, com atrito de couros, estalos de guampas, estrondos e baques, e o berro queixoso do gado Junqueira, de chifre imenso, com muita tristeza, saudade dos campos, querência dos pastos de lá do sertão...

    [...] Boi bem bravo, bate baixo, bota baba, boi berrando... Dança doido, dá de duro, dá de dentro, dá direito. Vai, vem, volta, vem na vara, vai não volta, vai varando... [...]

    Pouco a pouco, porém, os rostos se desempenam e os homens tomam gesto de repouso nas selas, satisfeitos. Que de trinta, trezentos ou três mil, só está quase pronta a boiada quando as alimárias se aglutinam em bicho inteiro ─ centopeia ─, mesmo prestes assim para surpresas más.

ROSA, João Guimarães. O burrinho pedrês. In: Sagarana. Rio de Janeiro: José Olympio, 1974. Fragmento. *Adaptado: Reforma Ortográfica.

Nesse texto, a construção “...as alimárias se aglutinam em bicho inteiro ─ centopeia...” (3° parágrafo) foi empregada para


3. Leia o texto abaixo.

Golfinhos

    Conhecidos por sua inteligência e admirados pelos marinheiros desde a Antiguidade, os golfinhos são mamíferos que vivem na água, em bandos que podem chegar a abranger centenas de exemplares.

    São conhecidas umas cinquenta espécies de golfinhos, espalhadas por todos os oceanos e grandes rios do mundo. Dispondo de nadadeiras bastante desenvolvidas, são nadadores velozes e ágeis e têm o corpo bem adaptado para avida na água.

    Medem comumente 2 a 3 metros de comprimento, atingindo às vezes mais de 4 metros. Normalmente, têm o dorso escuro –que vai do cinza ao preto, conforme a espécie– e peito branco (...).

    Nos grandes rios do mundo, vivem algumas espécies de golfinhos. No Amazonas e principais afluentes, há uma delas, o boto amazonense, que chega a atingir cerca de 3 metros de comprimento.

    Os golfinhos têm sido seriamente estudados pelos cientistas, interessados na inteligência que demonstram e na capacidade que têm de se comunicar entre si por meio da emissão de sons distintos (eles emitem também vibrações supersônicas).

Enciclopédia do Estudante.

Os cientistas têm especial interesse por estudar os golfinhos devido a sua


4. (IPOJUCA - PE). Leia o texto abaixo.

Disponível em: http://blogdosquadrinhos.blog.uol.com.br/images/chargeparaguacudois.jpg. Acesso em: 14 jan. 2013.

Esse texto mostra que


5. (SAEP 2013). Leia a charge e responda.

O tema da charge é


6.(SAEPI). Leia o texto abaixo.

Não estresse: você tem mais tempo do que pensa

Um novo livro ensina a usá-lo bem – sem estresse nem ansiedade

    Se seu dia está curto demais para tantas tarefas, há uma solução simples, embora de aplicação difícil: mude-se para Vênus. Lá, o dia dura 243 vezes a duração do dia na Terra

    [...]. Imagine só. Daria para trabalhar, pegar um cineminha, encontrar os amigos, cuidar do cachorro, tirar uma soneca depois do almoço [...]. Deve ser por isso que nunca se viu um venusiano reclamar de estresse. Diante das 5 832 horas do dia de Vênus, é compreensível que os terráqueos se queixem tanto de seus dias de 24 horas. Segundo a escritora americana Laura Vanderkam, porém, reclamamos de barriga cheia. Seu livro 168 hours. You have more time than you think (168 horas. Você tem mais tempo do que pensa), ainda não lançado no Brasil, tornou-se best-seller defendendo duas teses incomuns em obras sobre organização do tempo. A primeira é que somos bem menos ocupados do que imaginamos. A segunda é que a melhor maneira de aproveitar bem o tempo é não se preocupar tanto assim com ele.

    Nossa vida é tão corrida que livros sobre como administrar o tempo se tornaram um gênero à parte nos últimos anos [...]. Em geral, eles partem de uma premissa: o dia é curto para tantas tarefas. A melhor maneira de lidar com isso, segundo eles, é preenchê-lo [...].

    De forma rigorosa, cumprindo todas as tarefas de trabalho sem procrastinar e planejando o tempo restante para aproveitar cada segundo com a família [...] ou praticando esportes. [...]

OSHIMA, Flávia Yuri. Disponível em: . Acesso em: 23 jul. 2013. Fragmento.

A informação principal do Texto está no trecho:


7. (Reforço digital - RJ). Leia o texto a seguir e responda.

Ajude a cuidar de um bichinho abandonado

    Há quatro anos, todo segundo sábado do mês, um grupo de apaixonados por animais de estimação se reúne no Bairro Peixoto para tentar salvá-los. Os voluntários do SOS Vida Animal tentam fazer com que as pessoas adotem cachorros e gatos abandonados. [...]

    A maioria dos bichos foi resgatada da rua ou tirada de centros de zoonoses. Há ainda muitos casos de denúncias anônimas de animais que foram abandonados pelos donos. É o caso do pastor alemão Lara, encontrado na Tijuca e adotado por Emília de Almeida, que se tornou voluntária do SOS.

    Geralmente, as feiras têm ao menos dez cachorros e dez gatos, que são castrados e vermifugados. Alguns vêm até vacinados. Em média, acontecem dez adoções a cada feira. Nos quatro anos de existência, o grupo conseguiu um novo lar para quase 900 animais. [...]

    Para adotar um animal, é preciso ter mais de 18 anos, apresentar identidade, CPF e comprovante de residência na ocasião. Mais informações sobre o trabalho do grupo no site www.sosvidaanimal.com.br

O Globo. Zona Sul, 06 de agosto de 2009.

A finalidade do texto é


8. (SAEPI). Leia o texto abaixo.

Você me faz um favor? Pois não!

    Outro dia, contou-me uma amiga que uma senhora norte-americana, procurando alugar apartamento em São Paulo, tinha entrado em contato telefônico com umas três ou quatro imobiliárias e que nenhuma delas quis atendê-la. Sendo inquirida sobre de onde tinha tirado essa conclusão, respondeu:

    Toda vez que telefonava e dizia: – “Vocês podem me alugar um apartamento”, a resposta era sempre a mesma: – “Pois não.” Aí, eu desisti.

ABREU, Antônio Suárez. Carta na escola: Nov. 2010. Fragmento.

O humor desse texto está


9. (PAEBES). Leia o texto abaixo.

    A capital mineira tem Lourdes e Savassi, com suas ruas arborizadas, lojas de grife e cafés charmosos; a Pampulha, com obras de Oscar Niemeyer; restaurantes estrelados, que não deixam nada a desejar em relação a outras metrópoles [...]. Mas uma das melhores coisas de BH não está nos lugares. E sim nos moradores, que, com sua simpatia e o jeitim devagarim de falar, fazem questão de manter o clima de cidade do interior.

Disponível em: http://www.yankeeviagens.com.br/?dir=noticias&url=abre_noticia&id=18. Acesso em: 27 mar. 2014.Fragmento.

Nesse texto, a expressão “jeitim devagarim” foi utilizada para


10. (SPAECE). Leia o texto abaixo.

De olhos bem abertos

Originária da Coreia do Sul, a lente de contato normal dá à íris um certo efeito Lady Gaga.

E, se vem de Gaga, todas querem.

    Quem não piscou em nenhum detalhe do videoclipe Bad Romance, lançado em 2009 e já paleolítico na linha do tempo pop, vai reconhecer mais uma esquisitice popularizada por Lady Gaga: os olhões enormes. Como tudo em relação à cantora, a anomalia ocular é uma mistura de maquiagem, efeitos de computador e sabem os deuses mais o quê. Nas meninas do mundo real, mas dispostas a empurrar seus limites, o efeito é obtido com o uso das Circle Lens, um estranho acessório já popularizado em países asiáticos por deixar olhinhos puxados mais parecidos com os olhos grandes e redondos dos personagens de animes, as animações japonesas. Por serem maiores que os 12 milímetros regulamentares da íris, a parte do olho que tem cor, essas lentes invadem a parte branca, a esclerótica. A maioria é transparente no centro e colorida nas bordas expandidas, em tons existentes na natureza – azul, verde, mel –, mas há lentes que levam a alteração da realidade um pouco mais além. Isso inclui olhos na cor vermelho-vampiro.

    Aumentar os olhos com recursos que vão além da maquiagem já esteve na moda antes: na Grécia e na Roma antigas, as mulheres antenadas com as novidades pingavam extrato de uma planta alucinógena, a beladona, para dilatar as pupilas. [...] O método atual, felizmente, é bem mais seguro. Fabricadas por diversas empresas na Coreia do Sul há quase dez anos, as Circle Lens ganharam o mundinho das garotas caçadoras e lançadoras de novidades através de blogs de moda e chegaram às meninas modernas em geral em uma videoaula de maquiagem ministrada por uma celebridade no ramo, a americana Michelle Phan. [...]

Veja. ed. 2173, ano 43, n. 28, 14 jul. 2010, p. 101.

Nesse texto, o uso do diminutivo na palavra "mundinho" (2° parágrafo) sugere


11. (SAETHE). Leia os textos abaixo.

Texto 1

Dengue

    A dengue é uma doença transmitida pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. O principal sintoma da doença é a febre aguda que começa repentinamente, permanecendo por 5 a 7 dias. O doente apresenta dor de cabeça intensa, dores nas articulações e musculares, seguidas de erupções cutâneas 3 a 4 dias depois. Surge sob a forma de grandes epidemias, com grande número de casos.


Texto 2

Doenças

    Veja abaixo as principais doenças transmitidas por pragas: Baratas: bactérias, vírus, esporos de fungos, alergias, salmonelas, diarreia, desinteria, entre outros. Formigas: bactérias, vírus, infecções, entre outros. Pulgas: peste bubônica, dermatite alérgica, virose, entre outros. Mosquitos/Pernilongos: dengue, febre amarela, filariose, malária, entre outros.

Disponíveis em: http://www.pragas.com.br/pragaskids/doencas/doencas.php. Acesso em: 19 abr. 2013. Fragmento.

Esses textos são parecidos porque


12. (SAEPI). Leia o texto abaixo.

A sereia

    A sereia é um ser fantástico dos mares e oceanos, que canta e encantava os navegantes. Seu canto parece uma suave sirene, o sopro da brisa. Dizem que quem ouve fica fascinado pela sereia e pode até se afogar ao tentar segui-la. Sua forma é um mistério: metade mulher, metade peixe. Os cabelos são longos, cor de coral. A cauda esguia movimenta-se com graça quando ela nada.

    Antigamente as sereias apareciam com frequência no Mar Mediterrâneo. Costumavam se espreguiçar nas praias da Grécia, de Nápoles e de uma ilha chamada Circe. Mas há quem afirme que a sereia não é originária dessa região mediterrânea e sim de Atlântida, o continente submerso. Hoje em dia são muito raras as aparições. Não se sabe de ninguém que tenha conseguido fotografá-la. Nem mesmo os satélites artificiais da Nasa, que vivem tentando.

MESERANI, Samir Curi. Os incríveis seres fantásticos. São Paulo: FTD, 1993.p.15. *Adaptado: Reforma Ortográfica.

Nesse texto, as duas posições sobre o local de aparecimento das sereias são




Nenhum comentário:

Postar um comentário