Meus seguidores

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Quiz 18: PORTUGUÊS 9° ANO

Quiz 18: PORTUGUÊS 9° ANO
QUIZ 18: PORTUGUÊS 9° ANO

1. (SEAPE). Leia o texto abaixo

O perfume

    A arte da perfumaria iniciou-se logo que o homem primitivo aprendeu a fazer o fogo e descobriu que certas plantas desprendiam fragrâncias agradáveis quando queimadas.

    O nome “perfume” deriva do latim per fumum ou pro fumum, que significa “através da fumaça”. Isso vem demonstrar a mais antiga aplicação da mistura de fragrâncias de plantas aromáticas, que eram utilizadas como oferendas.

    Durante séculos, centenas de culturas desenvolveram atos simbólicos e religiosos onde plantas raras e resinas aromáticas, queimadas nos altares dos templos, eram oferecidas como sacrifícios, em busca do favor dos deuses. Com este objetivo eram utilizados o sândalo, a casca de canela, as raízes de cálamo e vetiver, bem como substâncias resinosas como mirra, incenso, benjoim e cedro do Líbano.

    Poucas composições aromáticas da época foram transmitidas por escrito. Entretanto, uma está registrada no livro do Êxodo, capítulo 30.

    A composição utilizava quatro ingredientes naturais, muito empregados nos dias de hoje, mas de forma mais refinada: mirra, cássia, cortiça de árvore de canela e óleo de cálamo aromático.

Disponível em: http://migre.me/IPOeh. Acesso em: 17 jun. 2011.

De acordo com esse texto, o perfume surgiu a partir


2. (SPAECE). Leia o texto abaixo.

Caso de recenseamento

    O agente do recenseamento vai bater na casa de subúrbio longínquo, aonde nunca chegam as notícias.

    – Não quero comprar nada.

    – Eu não vim vender, minha senhora. Estou fazendo o censo da população e lhe peço o favor de me ajudar.

    – Ah moço, não estou em condições de ajudar ninguém. Tomara eu que Deus me ajude.

    Com licença, sim?

    E fecha-lhe a porta.

    Ele bate de novo.

    – O senhor, outra vez?! Não lhe disse que não adianta pedir auxílio?

    – A senhora não me entendeu bem, desculpe. Desejo que me auxilie mas é a encher esse papel. Não vai pagar nada, não vou tomar nada. Basta responder a umas perguntinhas.

    – Não vou responder a perguntinha nenhuma, estou muito ocupada, até logo!

    A porta é fechada de novo, de novo o agente obstinado tenta restabelecer o diálogo.

    – Sabe de uma coisa? Dê o fora depressa antes que eu chame meu marido!

    – Chame sim, minha senhora, eu me explico com ele.

    (Só Deus sabe o que irá acontecer. Mas o rapaz tem uma ideia na cabeça: é preciso preencher o questionário, é preciso preencher o questionário, é preciso preencher o questionário).

    – Que é que há? – resmunga o marido, sonolento, descalço e sem camisa, puxado pela mulher.

    – É esse camelô aí que não quer deixar a gente sossegada!

    – Não sou camelô, meu amigo, sou agente do censo...

    – Agente coisa nenhuma, eles inventam uma besteira qualquer, depois empurram a mercadoria! A gente não pode comprar mais nada este mês, Ediraldo! [...]

ANDRADE, Carlos Drummond. Caso de recenseamento. In: Para gostar de ler. v. 2. Crônicas. São Paulo: Ática, 1995. p. 30-31.

A repetição da expressão “é preciso preencher o questionário,” (14° parágrafo) evidencia que o agente é


3. (SAEGO). Leia o texto abaixo.

Integral ou desnatado?

    A nutricionista Ana Beatriz Barrella [...] explica que a diferença entre leite integral, desnatado e semidesnatado está na redução da gordura. Adolescentes devem optar por integral, já que a gordura é um nutriente fundamental para o bom funcionamento do corpo e, se consumida dentro das quantidades recomendadas, desempenha diversas funções, que vão de dar energia a manter a temperatura corporal constante, além de proteger os órgãos vitais do corpo, entre outros benefícios.

Todateen. jan. 2011. Ano 16. n 182, p. 36. Fragmento.

A ideia defendida nesse texto é que


4. (PROEB). Leia o texto abaixo.

Sim, comer à noite engorda mais

    [...] Os cientistas sempre acharam que tanto faz comer de manhã, de tarde ou de noite – afinal, as calorias dos alimentos são sempre as mesmas. Mas um estudo conseguiu provar, pela primeira vez, que comer à noite pode ter consequências diferentes (e piores).

    Numa experiência feita por cientistas da Northwestern University, nos EUA, dois grupos de camundongos comeram a mesma ração durante seis semanas. Para o 1º grupo, ela era servida no horário normal. Já os ratos do 2º grupo só eram alimentados no horário errado, em que deveriam estar descansando. Ao final do estudo, haviam ficado 48% mais gordos – muito mais do que os ratos alimentados na hora certa, que tiveram 20% de ganho de peso. [...]

    Ninguém sabe exatamente por que, mas os cientistas suspeitam que a absorção da energia contida nos alimentos seja influenciada pelo ritmo circadiano – o relógio biológico do corpo. [...]

    Mas o hábito de assaltar a geladeira à noite talvez não seja uma falta de caráter – pode ser culpa da própria comida. Outra experiência feita com ratos, também na Northwestern University, constatou que uma dieta rica em gordura causa alterações numa parte do cérebro chamada núcleo supraquiasmático, que controla o relógio biológico – e isso faz com que o indivíduo tenda a dormir e comer cada vez mais tarde.

Disponível em: http://super.abril.com.br/alimentacao/sim-comer-noite-engorda-mais-507893.shtml.

Qual é o argumento que sustenta a tese desse texto?


5. (SEED - PR - 2009)

O Dia Seguinte

    “Se há alguma coisa importante neste mundo, dizia o marido, é uma empregada de confiança. A mulher concordava, satisfeita: realmente, a empregada deles era de confiança absoluta. Até as compras fazia, tudo direitinho. Tão de confiança que eles não hesitavam em deixar-lhe a casa, quando viajavam.

    Uma vez resolveram passar o fim de semana na praia. Como de costume a empregada ficaria. Nunca saía nos fins de semana, a moça. Empregada perfeita.

    Foram. Quando já estavam quase chegando à orla marítima, ele se deu conta: tinham esquecido a chave da casa da praia. Não havia outro remédio. Tinham de voltar. Voltaram.

    Quando abriram a porta do apartamento, quase desmaiaram: o living estava cheio de gente, todo mundo dançando, no meio de uma algazarra infernal. Quando ele conseguiu se recuperar da estupefação, procurou a empregada:

    - Mas o que é isto, Elcina? Enlouqueceu?

    Aí um simpático mulato interviu: que é isto, meu patrão, a moça não enlouqueceu, coisa alguma, estamos apenas nos divertindo, o senhor não quer dançar também? Isto mesmo, gritava o pessoal, dancem com a gente.

    O marido e a mulher hesitaram um pouco; depois - por que não, afinal a gente tem de experimentar de tudo na vida, aderiram à festa. Dançaram, beberam, riram. Ao final da noite concordavam com o mulato: nunca tinham se divertido tanto.

    No dia seguinte, despediram a empregada.”

SCLIAR, Moacyr. Histórias para (quase) todos os gostos. Porto alegre: L&PM, 1998.

O fato no texto que dá início ao conflito é:


6. (SAEPE). Leia o texto abaixo.

Tarsila do Amaral

    Tarsila do Amaral, pintora brasileira, nasceu na cidade de Capivari, no interior de São Paulo, em 1.886 e morreu em janeiro de 1.973, aos oitenta e seis anos.

    Gostava tanto de pintar diferente que ajudou a mudar os rumos da pintura no Brasil. Tarsila foi um dos nomes mais importantes do movimento modernista brasileiro.

    Muitos quadros representam uma fase em que a artista, usando cores fortes e tropicais, pintou paisagens misteriosas.

LEITÃO, Mércia; M. DUARTE, Neide. Uma aventura no mundo de Tarsila. 3. ed. São Paulo: Editora do Brasil, 1999. p. 30.

De acordo com esse texto, Tarsila mudou os rumos da pintura no Brasil porque


7. (SEAPE). Leia os textos abaixo.

Saudades de minha terra

  De que me adianta viver na cidade

  Se a felicidade não me acompanhar

  Adeus, Paulistinha do meu coração

  Lá pro meu sertão, eu quero voltar

  Ver a madrugada, quando a passarada

  Fazendo alvorada, começa a cantar

  Com satisfação, arreio o burrão

  Cortando estradão, saio a galopar

  E vou escutando o gado berrando

  Sabiá cantando no jequitibá [...].


  Meu sertão querido

  Vivo arrependido por ter lhe deixado

  Esta nova vida aqui na cidade

  De tanta saudade, eu tenho chorado [...].


  Pra minha mãezinha já telegrafei

  E já me cansei de tanto sofrer

  Nesta madrugada estarei de partida

  Pra terra querida que me viu nascer [...]

  Eu preciso ir pra ver tudo ali

  Foi lá que nasci, lá quero morrer!

Disponível em: http://saudade.netlivre.org/. Acesso em: 18 mar. 2014. Fragmento.

No Texto, nos versos “Lá pro meu sertão, eu quero voltar/ Ver a madrugada, quando a passarada” (v. 4-5), as palavras destacadas são exemplos de linguagem


8. (PAEBES). Leia o texto abaixo.

Do bonde ao automóvel

    Depois das primeiras locomotivas, veio o bonde, um veículo elétrico muito usado para o transporte público. No Brasil, o bonde foi muito comum nas principais cidades. Hoje, poucos ainda funcionam. O mais charmoso deles é o que vai até o alto do bairro de Santa Tereza, no Rio de Janeiro. É um passeio superlegal, experimente!

    Em 1863, surgiu o metrô. Foi uma revolução e tanto. Afinal, os vagões do metrô andavam por baixo da terra! Hoje, nas grandes cidades, o metrô é a melhor forma de transporte, porque não polui o ar e com ele você fica longe dos terríveis congestionamentos de trânsito.

    Mas, em matéria de transporte, o grande passo mesmo foi dado pelo alemão Karl Benz, que inventou o carro, em 1885. Mas era tão caro, tão caro, que só em 1908 as pessoas puderam começar a comprá-lo.

Disponível em: http://www.canalkids.com.br. Acesso em: 14 jan. 2010.

Nesse texto, a frase que apresenta uma opinião é:


9. (REME). Leia o texto a seguir e responda.

Robótica

    Robótica é um ramo da tecnologia que engloba mecânica, eletrônica e computação, que atualmente trata de sistemas compostos por máquinas e partes mecânicas automáticas e controladas por circuitos integrados, tornando sistemas mecânicos motorizados, controlados manualmente ou automaticamente por circuitos elétricos.

    As máquinas, pode-se dizer que são vivas, mas, ao mesmo tempo, são uma imitação da vida, não passam de fios unidos e mecanismos, isso tudo junto concebe um robô. Cada vez mais as pessoas utilizam os robôs para suas tarefas.

    Em breve, tudo poderá ser controlado por robôs. Os robôs são apenas máquinas: não sonham nem sentem e muito menos ficam cansados. Essa tecnologia, hoje adotada por muitas fábricas e indústrias, tem obtido de um modo geral, êxito em questões levantadas sobre a redução de custos, aumento de produtividade e os vários problemas trabalhistas com funcionários.

Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Rotica. Acesso em: 20 maio 2010.

No Texto, no trecho “Em breve, tudo poderá ser controlado por robôs.” (3° parágrafo), a expressão destacada indica uma ideia de


10. (SPAECE). Leia o texto abaixo.

Uma grande surpresa

    A mãe de Paulinho entra subitamente na cozinha e o pega tirando chocolates de dentro do armário para comer escondido. Ela exclama com surpresa:

    – Francamente, Paulinho, estou surpresa em encontrá-lo aqui!

    – Pois saiba que eu estou muito mais! – responde Paulinho – Jurava que a senhora tinha saído!

Disponível em: http://sitededicas.ne10.uol.com.br/humor.htm. Acesso em: 3 fev. 2012.

No trecho “– Francamente, Paulinho, estou surpresa em encontrá-lo aqui!”, o travessão indica


11.(PAEBES). Leia o texto abaixo.

No segundo quadrinho desse texto, a expressão “NHECT” representa o barulho de


12. (SAEP 2014). Leia o texto a seguir e responda.

O que fazer para combater o piolho?

    O piolho é minúsculo, mas poderoso. Capaz de provocar coceira intensa e, com ela, o início de uma infecção que irá comprometer a saúde da criança, se não for combatida de modo adequado. [...]

    No combate ao inseto cientificamente chamado de Pediculus humanus capitis, talvez o mais difícil de lidar seja o preconceito que desperta. Como vive no couro cabeludo e é transmitido facilmente pelo contato direto, basta às crianças se agruparem para criar o ambiente de infestação. Quem tem pouca informação sobre piolho, tenta explicar o problema, associando à falta de higiene. Nada mais falso. Porque piolho também se faz notar nos cabelos lavados todos os dias.

    Acontece que esse desconhecimento pode alimentar atitudes radicais, como a de discriminar a criança afetada, que se sente bastante humilhada no ambiente escolar. E, exatamente porque morre de vergonha, reage ocultando o problema que só vai piorar, com o passar dos dias, prejudicando a sua saúde e a de todos que estão próximos.

http://educarparacrescer.abril.com.br/gestao-escolar/fazer-combater-piolho-739413.shtml

No texto, a expressão "Pediculus humanus capitis” é marca de linguagem




Nenhum comentário:

Postar um comentário