Meus seguidores

domingo, 1 de janeiro de 2017

Quiz 10: PORTUGUÊS 5° ANO

Quiz 10: PORTUGUÊS 5° ANO
QUIZ 10: PORTUGUÊS 5° ANO

1. (SAERS). Leia o texto abaixo e responda.

O LOBO DESATENTO

    Certa noite, um lobo andava pela floresta em busca de comida. E já estava empenhado nessa tarefa havia um bom tempo, sem qualquer resultado prático, quando sentiu no ar o cheiro de carneiros. “Até que enfim!”, foi o pensamento que lhe veio à cabeça de imediato, e então, imaginando o que de bom poderia encontrar mais adiante para aplacar a fome que sentia, ele caminhou rapidamente na direção que o seu faro indicava.

    Logo à frente, as árvores davam lugar a uma grande área coberta de relva, e era nesse pedaço de chão que os carneiros descansavam protegidos por um cão. O lobo não se preocupou com isso. O que fez foi sair andando passo a passo, o mais devagar que podia, procurando se aproximar do ponto que ficava mais distante do vigia, onde algumas das possíveis presas dormiam sossegadas.

    E já estava quase lá, quando uma de suas patas traseiras descuidou-se um momento e pisou em um pedaço de tábua já meio apodrecido. Esta rangeu sob o peso do animal, e o barulho que fez soou tão alto em meio ao silêncio da noite que acordou o cão de guarda, fazendo-o sair na mesma hora em perseguição ao lobo desastrado. Que por sua vez, coitado, não teve outra coisa a fazer senão fugir em desabalada carreira, esfomeado e sem alimento.

Moral da história: Quem não presta atenção no que faz, algum dia vai acabar se metendo em apuros.

Disponível em: http://www.fernandodannemann.recantodasletras.com.br. Acesso em: 5 abr. 2010.

Leia novamente o trecho.

... ele caminhou rapidamente na direção que o seu faro indicava. (1° parágrafo). Nesse trecho, a palavra “rapidamente” indica


2. (SAERS). Leia o texto abaixo e responda.

MANIA DE PLÁSTICO

    Toneladas de sacos, garrafas, copos, brinquedos e outros lixos estão fazendo mal ao nosso planeta.

    Ele está em toda parte: sandálias, garrafas de refrigerante, escovas, copos, sacolas, computadores, etc. Não dá para pensar a nossa vida sem o plástico. Desde que os pesquisadores descobriram que era possível criar esse material a partir de elementos do petróleo, em 1862, as indústrias passaram a usá-lo cada vez mais. É claro que isso trouxe progresso, conforto e melhorias para todos nós. Acredito que o plástico é, hoje, um dos maiores vilões da vida moderna. Quando não é reciclado, ele detona a natureza e polui cidades.

    As peças de plástico boiando no mar podem causar a morte de mais de 100 mil animais marinhos (golfinhos, baleias e tartarugas) e um milhão de aves por ano. As sacolas de plástico podem levar 200 anos para se decompor. Quando são largadas nas ruas, entopem bueiros e provocam enchentes.

    Evite comprar produtos que usem plástico demais nas embalagens.

Witch, São Paulo: Abril. n. 77, p. 09.

No trecho “Ele está em toda parte:...”(2° parágrafo), a palavra destacada refere-se ao


3. (PM-CAMAÇARI). Leia o texto abaixo e responda.

O ladrão e o cão de casa

    Querendo um ladrão entrar em uma casa de noite para roubar, achou à porta um cão, que com latidos a impedia. O cauteloso ladrão, para acalmá-lo, lhe lançou um pedaço de pão. Mas o cão disse: — Bem entendo que me dás este pão para que cale, e te deixe roubar a casa, não por amor que me tenhas: porém já que o dono da casa me sustenta toda a vida. Não deixarei de latir, se não for embora, até que ele acorde, e te venha surrar. Não quero que este bocado de pão que me custe morrer de fome toda a minha vida.

Moral: sempre terá amanhã, aquele que valoriza o que tem hoje.

No trecho “O cauteloso Ladrão, para acalmá-lo, lhe lançou um pedaço de pão”, a expressão sublinhada significa que o ladrão é,


4. (PM-CAMAÇARI). Leia o texto abaixo e responda.


Mafalda considera que a paz está na caixinha porque


5. (PM-CAMAÇARI). Leia o texto abaixo e responda.


O humor da charge acima está


6. (PM-CAMAÇARI). Leia o texto abaixo.

QUADRILHA DE ROUBO DE CASAS É PRESA EM FLAGRANTE EM SÃO PAULO

Grupo foi preso após roubar duas residências e tentar invadir uma terceira; seis pessoas foram presas

    04 de maio de 2009 / 11h17m

    Solange Spigliatti – Central de Notícias

    Seis pessoas foram presas na manhã desta segunda-feira, 4, após dois assaltos em residências na região de Vila Matilde, na zona leste de São Paulo. Foram apreendidas três armas de fogo, além de recuperados todos os materiais roubados. Segundo a Polícia Militar, cinco ladrões roubaram uma residência e na fuga teriam atirado no pé do filho do dono da casa, um garoto de 16 anos.

    Na sequência, roubaram outra casa no mesmo bairro. Os policiais militares conseguiram interceptar em uma terceira residência, local onde estavam os produtos do roubo. Foi presa uma mulher nesse local.

O texto tem a finalidade de


7. (PM-CAMAÇARI). Leia os textos abaixo:

Texto 1:

O ladrão e o cão de casa

    Querendo um ladrão entrar em uma casa de noite para roubar, achou à porta um cão, que com latidos a impedia. O cauteloso ladrão, para acalmá-lo, lhe lançou um pedaço de pão. Mas o cão disse: — Bem entendo que me dás este pão para que cale, e te deixe roubar a casa, não por amor que me tenhas: porém já que o dono da casa me sustenta toda a vida. Não deixarei de latir, se não for embora, até que ele acorde, e te venha surrar. Não quero que este bocado de pão que me custe morrer de fome toda a minha vida.

Moral: sempre terá amanhã, aquele que valoriza o que tem hoje.


Texto 2:

QUADRILHA DE ROUBO DE CASAS É PRESA EM FLAGRANTE EM SÃO PAULO

Grupo foi preso após roubar duas residências e tentar invadir uma terceira; seis pessoas foram presas

    04 de maio de 2009 / 11h17m

    Solange Spigliatti – Central de Notícias

    Seis pessoas foram presas na manhã desta segunda-feira, 4, após dois assaltos em residências na região de Vila Matilde, na zona leste de São Paulo. Foram apreendidas três armas de fogo, além de recuperados todos os materiais roubados. Segundo a Polícia Militar, cinco ladrões roubaram uma residência e na fuga teriam atirado no pé do filho do dono da casa, um garoto de 16 anos.

Na sequência, roubaram outra casa no mesmo bairro. Os policiais militares conseguiram interceptar em uma terceira residência, local onde estavam os produtos do roubo. Foi presa uma mulher nesse local.

Os dois textos falam sobre assalto, mas somente no segundo a linguagem é


8. (PM-CAMAÇARI). Leia o texto abaixo e responda.


A imagem do menino indica que


9. (PM-CAMAÇARI). Leia os textos abaixo e responda.

Texto 1


Texto 2

O que é bullying?

    Bullying é uma situação que se caracteriza por agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva, por um ou mais alunos contra um ou mais colegas. O termo bullying tem origem na palavra inglessa bully, que significa valentão, brigão. Mesmo sem uma denominação em português, é entendido como ameaça, tirania, opressão, intimidação, humilhação e maltrato.

Lendo os textos 1 e 2, podemos dizer que


10. (AvaliaBH). Leia o texto abaixo:


Bill Watterson. O progresso científico deu "tiit" - vol. II. São Paulo. Best Expressão social e Editora Ltda. 1991.

No último quadrinho, a expressão de Calvin demonstra que ele


11. (AvaliaBH). Leia o texto abaixo:

O Mágico de OZ

    Ao chegarem à cidade de Esmeralda, foram até o misterioso Mágico de Oz, que disse:

    – Darei cérebro ao Espantalho, coração ao Homem de lata e coragem ao Leão; mas somente a Bruxa Boa do Sul poderá ajudar Dorothy a ir para o Kansas. No palácio perto do deserto, a Bruxa Boa do Sul disse a Dorothy:

    – Ora, é só bater três vezes com estes sapatos encantados e fazer o pedido. Dorothy despediu-se dos amigos, fez o que a Bruxa mandou e zum... Voltou a ser feliz com o tio Henrique e a tia Ema no Kansas.

Disponível em: http://www.brasileitura.com.br

Nesse texto, a frase “– Ora, é só bater três vezes com estes sapatos encantados e fazer o pedido.” foi dita


12. (Prova Brasil). Leia o texto abaixo.

Feias, sujas e imbatíveis

(fragmento)

    As baratas estão na Terra há mais de 200 milhões de anos, sobrevivem tanto no deserto como nos pólos e podem ficar até 30 dias sem comer. Vai encarar?

    Férias, sol e praia são alguns dos bons motivos para comemorar a chegada do verão e achar que essa é a melhor estação do ano. E realmente seria, se não fosse por um único detalhe: as baratas. Assim como nós, elas também ficam bem animadas com o calor. Aproveitam a aceleração de seus processos bioquímicos para se reproduzirem mais rápido e, claro, para passearem livremente por todos os cômodos de nossas casas.

    Nessa época do ano, as chances de dar de cara com a visitante indesejada, ao acordar durante a noite para beber água ou ir ao banheiro, são três vezes maiores.

Revista Galileu. Rio de Janeiro: Globo, Nº 151, Fev. 2004, p.26.

No trecho “Vai encarar?” (1/ parágrafo), o ponto de interrogação tem o efeito de:




Nenhum comentário:

Postar um comentário