Meus seguidores

domingo, 1 de janeiro de 2017

Quiz 13: PORTUGUÊS 5° ANO

Quiz 13: PORTUGUÊS 5° ANO
QUIZ 13: PORTUGUÊS 5° ANO

1. (Reforço digital – RJ). Teia o texto a seguir e responda.

O CONSELHO DOS RATOS

Esopo

    Os ratos resolveram organizar um conselho para decidir qual seria a melhor alternativa para que eles pudessem saber, com antecedência, quando o inimigo deles, o gato, estava por perto. Dentre as muitas idéias apresentadas, uma delas, que logo foi aprovada por todos, considerava que um sino deveria ser pendurado no pescoço do gato. Assim, ao escutarem o tilintar do mesmo, todos poderiam correr a tempo para seus buracos. Além de gostarem do plano, todos ficaram extasiados com tão criativa solução.

    E um velho rato então questionou:

    “Meus amigos, percebo que o plano é realmente muito bom. Mas, quem dentre nós prenderá o sino no pescoço do gato?”

    E nenhum voluntário se fez presente.

Fonte: http://sitededicas.uol.com.br /conselho_dos_ratos.htm

Vocabulário:

extasiados: forte sentimento de alegria.

O impedimento para que o plano dos ratos fosse realizado foi


2. (SEPR). Leia o texto abaixo:

Os dois amigos e o urso

    Dois amigos caminhavam por um bosque quando, de repente, aparece um urso e começa a perseguí-los. Um dos amigos, muito assustado, trepou numa árvore, O outro, abandonado à própria sorte, jogou-se no chão, fingindo-se de morto.

    O urso ao vê-lo, aproximou-se pouco a pouco. Porém, este animal, que não se alimenta de cadáveres, segundo dizem, começou a olhá-lo, tocá-lo: observá-lo, examinálo.

    Mas como nosso amigo não se movia e quase nem respirava, é abandonado pelo urso, que foi embora falando: “Está tão morto como meu bisavô”.

    Então o amigo que estava na árvore, alardeando sua amizade, desce correndo e o abraça. Comenta sobre a sorte que teve o amigo por ter saído ileso de situação tão perigosa e lhe diz:

    — Sabe, parece-me que o urso lhe disse alguma coisa no ouvido, enquanto o cheirava.

    Diga-me, o que foi que ele lhe disse?

    E nosso amigo responde:

    — Só uma coisa: “Retira tua amizade da pessoa que, se te vê em perigo, te abandona”.

F. M. de SAMANIEGO

Fonte: La Fontaine. Fábulas. Tradução de Ferreira Gullar. Rio de Janeiro: Revan, 1997.

O urso foi embora porque:


3. (SPAECE). Leia o texto abaixo.

Sabia que...

    Cada astronauta a bordo de um ônibus espacial tem à sua disposição 1,82 kg de comida por dia. Ela é armazenada individualmente para ser mais bem manejada em gravidade zero.

    Para ser consumida, basta adicionar água ou aquecê-la. As únicas exceções são frutas e vegetais, que são guardados em armários adequados, sem refrigeração. Sal, pimenta, ketchup, maionese e mostarda são alguns dos condimentos disponíveis a bordo.

Diário do Nordeste, 19 de abril de 2009. Caderno Infantil, Curiosidades, p. 2.

Qual é o assunto desse texto?


4. (PAEBES). Leia o texto abaixo.

Direitos da Criança

Direito à infância

    Desde o momento em que nasce, toda criança se torna cidadã. E por isso, criança também tem direitos. Não é porque são pessoas pequenas que as crianças são menos importantes. Pelo contrário: elas devem receber atenção especial, pois a infância é a fase mais importante da vida.

    Para que todos tenham uma infância legal, a ONU (Organização das Nações Unidas) criou um conjunto de direitos para as crianças. É a Declaração Universal dos Direitos da Criança, escrita em 1959.

    Essa declaração assegura que todas as crianças tenham direitos iguais. [...]

    Desde o nascimento, toda criança tem direito a um nome e uma nacionalidade, tem direito a crescer e se desenvolver com saúde, alimentação, habitação, recreação e assistência médica adequadas. [...]

Disponível em: http://www.canalkids.com.br/ cidadania/direitos/crianca.htm. Acesso em: 7 mar. 2012. Fragmento.

Qual é o trecho que apresenta uma opinião do autor sobre as crianças?


5. Leia o texto abaixo

O texto contido no documento acima tem a finalidade de


6. (Reforço digital – RJ). Leia o texto a seguir e responda:

TEXTO 1

  Amarelinha por fora

  E bem branquinha por dentro.

  Sou macia, nutritiva

  E fruta bem brasileira.

  Os macacos gostam de mim

  E as crianças também.

  Vivo em cachos pendurada.

  Você não se engana

  Sou a gostosa...

GODOY Maria Luísa. Frutas no pé: o que é, o que é?

TEXTO 2

    A banana é uma das frutas mais populares que existe e uma das mais consumidas em diversos países. O Brasil é o maior produtor e consumidor de banana do mundo (...)

    (...) É fácil de descascar e de comer, não suja as mãos e não apresenta caroços nem fiapos (...).

    Não bastasse tudo isso, também é extremamente nutritiva e rica em potássio.

ANUÁRIO DO POMAR. São Paulo: On line, Ano 2, p.29 s.d . 2ª Ed. Belo Horizonte:Lê, 1985, p.19.

O tema comum dos textos é tratado da seguinte forma:


7. Leia o texto escrito pelo navegador Amyr Klink sobre sua viagem à Antártica, a bordo do Paratti.

    Voltando às milhas restantes e aos longos meses ainda por vir: eu sabia que não os atravessaria com o mesmo conforto, e isso por outra razão. O tempo até então se mostrara difícil – nenhuma visibilidade, muito gelo, vento forte, mas não violento. Nada ainda de ondas monumentais, ventos diabólicos, essas coisas de que tanto falam e que por certo viriam. E, quando viessem, se por alguma razão o Paratti capotasse, seria melhor não ter diesel incandescente aceso no interior. Mas eu gostava do foguinho – como chamava o aquecedor -, e enquanto a situação permitisse o manteria vivo.

Fonte: KLINK, Amyr. Mar sem fim: 360º ao redor da Antártica. 2.ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2000. (excerto)

A expressão sublinhada pode ser substituída sem prejudicar o sentido do texto por:


8. (3ª P.D SEDUC-GO). Leia o texto abaixo e, a seguir, responda.

A Rã que queria ser tão forte quanto um Boi

Jean de La Fontaine

    Uma rã viu um boi, que lhe parecia ter um bom tamanho. Ela, que era tão forte quanto um ovo, invejosa, esticava-se, inflava-se e trabalhava para se igualar ao animal em tamanho.

    Dizia para sua irmã: Olhe bem minha irmã, é o bastante? Diga-me, eu estou no ponto? Não, senhora. E assim, então? Ainda não. E agora? Você não chegou nem perto.

    O animalzinho insignificante, inflou-se tanto que estourou.

Moral da história: Descubra seus próprios pontos fortes e os utilize a seu favor.

Adaptado do livro Fábulas de La Fontaine. Jean de La Fontaine; tradução Caroline Kazue Ramos Furukawa. São Paulo: Madras, 2004, p. 23.

O que deu origem à história narrada foi o fato de


9. (PROEB). Leia o texto para responder a questão abaixo:

ENTENDA MELHOR ESSE FENÔMENO

    Primeiro o céu fica bem escuro e começa a chover. Aí vem um clarão bem forte, seguido de um barulho enorme. E a gente toma o maior susto! O nome desse fenômeno, poderoso e às vezes assustador, é raio. O raio nasce em nuvens grandes e escuras, que têm a parte de baixo lisa. Elas são conhecidas como cúmulos-nimbos e ficam bem altas, entre 2 e 18 quilômetros do chão. Quando estão cheias de gotículas de água e pequenos pedaços de gelo, caem grandes tempestades. Com o vento as pedrinhas de gelo batem umas nas outras. Essa agitação cria partículas de eletricidade na nuvem.

    Se uma nuvem com muitas partículas elétricas negativas encontra outra com muitas partículas positivas, elas trocam essas partículas, formando uma corrente elétrica poderosa.

    Também pode acontecer de se formar uma corrente elétrica entre uma nuvem e o solo. Nos dois casos, o resultado final é o raio.

(MOIÓLI, Júlia. Revista Recreio n.411. Janeiro/2008)

A opinião do autor a respeito dos raios é que


10. Leia o texto abaixo.

AS 12 PRINCESAS

    Era uma vez um rei que tinha doze filhas, muito lindas. Dormiam em doze camas, todas no mesmo quarto; e quando iam para a cama, as portas do quarto eram trancadas a chave por fora. Pela manhã, porém, os seus sapatos apresentavam as solas gastas, como se tivessem dançado com eles toda a noite; ninguém conseguia descobrir como acontecia isso.

    Então, o rei anunciou por todo o país que se alguém pudesse descobrir o segredo, e saber onde as princesas dançavam de noite, casaria com aquela de quem mais gostasse e seria o seu herdeiro do trono; mas quem tentasse descobrir isso, e ao fim de três dias e três noites não o conseguisse, seria morto.

(http://www.educacional.com.br/projetos/ef1a4/ contosdefadas/12_princesas.html)

No trecho “Então, o rei anunciou por todo o país...”, a palavra sublinhada estabelece relação de:


11.(Saerj). Leia o texto abaixo.

Recreio. ano 6, n. 305, p. 42, 12 jan. 2006.

Esse texto é engraçado, porque


12. (PROEB). Leia o texto abaixo.

O circo Vira-Mundo e o palhaço Estouro

    Eu sou Estouro, o palhaço que gosta muito das crianças. Fui pequetito como você, meu menino, e desde que me entendi por gente, eu sei o que é um circo e como é a vida dos homens que ali vivem...

    Primeiro vou contar-lhes como nasci. O circo de meu pai chamava-se Vira-Mundo e estava a caminho de uma cidade. Nosso circo era transportado em grandes caminhões e às vezes levávamos dias para chegar ao nosso destino.

    Nasci numa bela manhã de sol, quando a turma interrompeu a viagem para o almoço.

    Cheguei a este mundo fazendo o maior barulho, chorei tanto, tanto, que me apelidaram de Estouro e o danado do apelido ficou até hoje. O pessoal do Vira-Mundo comemorou com grandes festas o meu aparecimento na Terra. Fui batizado e o meu padrinho foi Cartola, o palhaço gigante, que até hoje é o meu maior amigo.

    Cartola chorou tanto ao levar-me ao padre e prometeu aos meus pais que haveria de ensinar a seu afilhado a arte de ser palhaço.

    Dois dias depois de meu nascimento, os caminhões puseram-se em movimento, contando agora com mais um membro chorão em sua trupe.

MONTEIRO, Graziela Lydia. O circo Vira-Mundo e o palhaço Estouro. Belo Horizonte: Comunicação, s.d. Fragmento.

Esse texto foi escrito para




Nenhum comentário:

Postar um comentário