Meus seguidores

domingo, 1 de janeiro de 2017

Quiz 9: PORTUGUÊS 5° ANO

Quiz 09: PORTUGUÊS 5° ANO
QUIZ 09: PORTUGUÊS 5° ANO

1. (SAERS). Leia o texto abaixo e responda.

A vitória-régia

    Há muitos anos, em uma tribo indígena, contava-se que a lua (Jaci, para os índios) era uma deusa que, ao despontar a noite, beijava e enchia de luz os rostos das mais belas virgens índias da aldeia – as cunhantãs-moças. Sempre que ela se escondia atrás das montanhas, levava para si as moças de sua preferência e as transformava em estrelas no firmamento.

    Uma linda jovem virgem da tribo, a guerreira Naiá, vivia sonhando com este encontro e mal podia esperar pelo grande dia em que seria chamada por Jaci. Os anciãos da tribo alertavam Naiá: depois de seu encontro com a sedutora deusa, as moças perdiam seu sangue e sua carne, tornando-se luz – viravam as estrelas do céu. Mas quem a impediria?

    Naiá queria porque queria ser levada pela lua. À noite, cavalgava pelas montanhas atrás dela, sem nunca alcançá-la. Todas as noites eram assim, e a jovem índia definhava, sonhando com o encontro, sem desistir. Não comia e nem bebia nada. Tão obcecada ficou que não havia pajé que lhe desse jeito.

    Um dia, tendo parado para descansar à beira de um lago, viu em sua superfície a imagem da deusa amada: a lua refletida em suas águas. Cega pelo seu sonho, lançou-se ao fundo e se afogou. A lua, compadecida, quis recompensar o sacrifício da bela jovem índia e resolveu transformá-la em uma estrela diferente de todas aquelas que brilham no céu. Transformou-a então numa “Estrela das Águas”, única e perfeita, que é a planta vitória-régia. Assim, nasceu uma linda planta cujas flores perfumadas e brancas só abrem à noite e, ao nascer do sol, ficam rosadas.

Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Lenda_da_vit%C3%B3ria-r%C3%A9gia. Acesso em 15/07/09.

O trecho que dá uma ideia de lugar é:


2. (SAERS). Leia o texto abaixo.

Verão com saúde

    O verão é uma época propícia para o lazer, especialmente para o passeio ao ar livre, curtindo o sol e a natureza. Ele inicia oficialmente no dia 21 de dezembro, época das festas de final de ano e, para muitos, período de férias, de viajar, ir à praia ou refrescar-se numa piscina junto com os amigos. Para aproveitar com saúde esse período de temperaturas que às vezes ultrapassam os 40ºC, é preciso observar alguns cuidados com a alimentação e hidratação.

Gazeta de Piracicaba. Domingo, 06/01/2008. Caderno Cidade

Qual é o assunto principal desse texto?


3. (SAERS). Leia o texto abaixo.

Disponível em: www.tirasnacionais.blospot.com

Nesse texto, a expressão “de sopetão” significa


4. (SAERS). Leia o texto abaixo.

AMARELINHA

    SALTITANDO

    DE UM JEITINHO DELICADO

    BALANÇANDO

    A TRANCINHA

    DE CABELO COR DE TRIGO

    E SORRISO

    ILUMINADO,

    A MENINA COM CUIDADO

    VAI PULANDO

    AMARELINHA

    OLHANDO O CHÃO

    RABISCADO

    PARA NÃO PISAR

    NA LINHA

Hardy Guedes Alcoforado Filho. Linhas e Entrelinhas.Ed.Positivo.

De acordo com o texto, a menina está


5. (SAERS). Leia o texto abaixo.

Água por todo lado

    Desvende os segredos das ilhas e entenda por que elas são tão diferentes

Água à vista

    Existem ilhas em oceanos, rios e lagos do mundo todo. E nem todas se formaram do mesmo jeito. Elas podem surgir quando a água sobe ao redor de montanhas, quando a correnteza junta uma grande quantidade de areia e pedra num local ou a partir da lava expelida por vulcões submarinos.

Muitas diferenças

    Cada ilha tem sua paisagem. Em muitas há plantas, rios e animais. Outras são como desertos. Algumas têm vilas ou imensas cidades. Mesmo as que são formadas só por pedras, têm importância na natureza, pois são pontos de descanso para animais e, sob a água, abrigam peixes e outros bichos.

Faça a sua

    Em Dubai, nos Emirados Árabes, existem ilhas artificiais feitas de areia onde há casas e hotéis. Essa ideia não é nova. Povos que vivem no Peru fazem ilhas desde o ano 1200.

    Eles empilham folhas e galhos de uma planta e constroem casas sobre essas ilhas, usando fibras da mesma planta.

Cuidado importante

    Numa ilha, os elementos da natureza estão em equilíbrio. Isso garante a sobrevivência de vegetais, plantas, aves, répteis, mamíferos e outros seres que estão ali.

    A chegada de lixo, plantas ou bichos de outros locais pode levar muitas espécies animais e vegetais à morte e até mesmo à extinção. [...]

Recreio, ano 9, n. 436. p. 12.

No trecho “... pois são pontos de descanso para animais... ”, a palavra destacada expressa uma ideia de


6. (SAERS). Leia o texto abaixo.

    Eu não sei como começou todo esse papo de Lobo Mau, mas está completamente errado.

    Talvez seja por causa de nossa alimentação. Olha, não é culpa minha se os lobos comem bichos engraçadinhos como coelhos e porquinhos. É apenas nosso jeito de ser.

    Se os cheesburgers fossem uma gracinha, todos iam achar que você é Mau.(...)

    No tempo do Era Uma Vez, eu estava fazendo um bolo de aniversário para minha querida vovozinha.

    Eu estava com um resfriado terrível, espirrando muito.

    Fiquei sem açúcar.

    Então resolvi pedir uma xícara de açúcar emprestada para o meu vizinho.

    Agora, esse vizinho era um porco.

    E não era muito inteligente também.

    Ele tinha construído a sua casa toda de palha.

    Dá para acreditar? Quero dizer, quem tem a cabeça no lugar não constrói uma casa de palha. (...)

SCIESZKA, Jon. A verdadeira história dos três porquinhos. Editora Companhia das Letrinhas.

Em qual frase aparece um comentário irônico do narrador sobre a alimentação dos leitores?


7. (SAERS). Leia o texto abaixo.

A lebre e os ouriços

    Um casal de ouriços morava perto de uma montanha, vivendo muito sossegados.

    Não precisavam procurar alimentos longe dali, pois por perto havia muitos insetos, seu prato predileto.

    Um dia, apareceu por lá uma lebre dizendo que morava sozinha e vivia aborrecida e, por isso, queria ficar junto com eles.

    O casal de ouriços concordou, mas logo percebeu que a lebre queria ser sempre mais esperta do que eles.

    O casal de ouriços era tão parecido um com o outro que às vezes a lebre conversava com o marido, pensando que era a esposa e vice-versa, causando risos.

    Querendo provar sua esperteza, a lebre propôs ao ouriço uma corrida, onde o perdedor teria que se mudar para longe dali. Certa de ganhar por ser muito veloz, a lebre ficava pensando em ficar morando por ali com o campo todo para ela.

    Enquanto isso, o ouriço pensava em um modo de enganar a lebre. Combinou com sua esposa:

    – Você fica no local marcado para a chegada e, quando ela chegar, pensará que sou eu.

    Assim foi feito. A lebre, muito preocupada em estar sempre na frente, nem olhou para trás e pensando ter perdido a corrida, mudou-se.

4 estações/Verão. Erechim: Edelbra. Fragmento.

No trecho “Enquanto isso, o ouriço pensava em um modo...” (7° parágrafo), a expressão destacada indica


8. (SAERS). Leia o texto abaixo.

Como aprender a tabuada de multiplicar

    Se você está aprendendo a tabuada, estuda e estuda e tem sempre alguma coisa que você não sabe, faça o seguinte truque:

    1) Escreva num papel grande toda a tabuada de multiplicar. Aí você vai pensar nos cálculos mais fáceis, por exemplo: Você sabe todos os números vezes 1, não sabe?

    Então risque estes cálculos da sua tabuada: 2x1, 3x1, 4x1 e assim por diante.

    2) Você também sabe a tabuada do 2, não sabe? Então risque toda a tabuada do 2.

    3) Risque toda a tabuada do 10. Essa é muito fácil.

    4) Qual é a outra tabuada fácil?

    5) Continue fazendo assim, até que vão sobrar poucos cálculos, que são os mais difíceis, como 7x8.

    Aí você decora só esses números.

    Não é fácil?

Almanaque Ruth Rocha. p. 59. Adaptado.

Esse texto serve para


9. (SAERS). Leia o texto abaixo.

Do bonde ao automóvel

    Depois das primeiras locomotivas, veio o bonde, um veículo elétrico muito usado para o transporte público. No Brasil, o bonde foi muito comum nas principais cidades.

    Hoje, poucos ainda funcionam. O mais charmoso deles é o que vai até o alto do bairro de Santa Tereza, no Rio de Janeiro. É um passeio superlegal, experimente!

    Em 1863, surgiu o metrô. Foi uma revolução e tanto. Afinal, os vagões do metrô andavam por baixo da terra! Hoje, nas grandes cidades, o metrô é a melhor forma de transporte, porque não polui o ar e com ele você fica longe dos terríveis congestionamentos de trânsito.

    Mas, em matéria de transporte, o grande passo mesmo foi dado pelo alemão Karl Benz, que inventou o carro, em 1885. Mas era tão caro, tão caro, que só em 1908 as pessoas puderam começar a comprá-lo.

Disponível em: http://www.canalkids.com.br Acesso em: 14 jan. 10.

Segundo esse texto, o metrô é um ótimo meio de transporte porque


10. (SAERS). Leia os textos abaixo.

Texto 01


Texto 02

Tênis-patins vira febre e preocupa professores

    Moda entre a criançada, um tênis que se transforma em patins está deixando professores e seguranças de shoppings enlouquecidos. O calçado, que custa entre R$ 80 e R$ 160, é um sucesso principalmente entre a garotada de 5 a 10 anos, que o considera mais fácil de usar do que o patins tradicional.

    A febre é tanta que já há colégios proibindo seu uso. Com cerca de 15 alunos entre 5 e 7 anos que não tiram o tênis-patins dos pés, o Colégio Cidade de São Paulo não deverá mais permitir o uso, para garantir a segurança dos estudantes. “Há uma semana, os alunos começaram a vir com esses tênis”, conta a coordenadora pedagógica da escola, Érica Mantovani. “Virou febre e estamos discutindo com os alunos sobre sua restrição.”

    Para ela, o problema, além das rodinhas, está no próprio tênis. “Ele é muito pesado, tem cano alto que atrapalha na educação física e escorrega demais”, diz. “Não é um calçado para a escola e queremos que os alunos só o tragam no dia do brinquedo.”

Disponível em: http://www.aprendiz.uol.com.br Acesso em: 10 fev. 2010.

Esses dois textos apresentam em comum


11. (PROMOVER). Leia o texto abaixo e responda.

Pequenas e poderosas

    Bonitinhas e delicadas, as joaninhas são um dos poucos insetos de que quase todo mundo gosta. Para muitas pessoas, representam até um sinal de boa sorte, por isso, são sempre muito bem-vindas nos jardins.

    Na verdade, elas só conquistaram esse carinho porque realmente ajudam as plantações. É que as joaninhas se alimentam de pulgões, ácaros, cochonilhas e outros bichos que comem e destroem vegetais. Assim, enquanto almoçam, elas acabam salvando a vida das plantas. [...]

    Nem todas as joaninhas têm a carapaça vermelha com pintinhas pretas.

    Há cerca de 5.000 espécies desse inseto espalhadas pela América, Europa, Ásia e Oceania. Elas podem ser vermelhas, amarelas, cinzentas, pretas ou de outras cores.

    Algumas têm pintas e outras não.

CORDEIRO, Bellah Leite. Recreio, ano I, n. 8, 4 maio 2000.

Esse texto serve para


12. (AvaliaBH). Leia o texto abaixo:

O Papagaio Especial

    O freguês entrou na loja de animais e disse ao vendedor:

    – Queria um papagaio que fosse especial.

    – Chegou na hora certa! Temos um bilíngue. Se levantar a patinha direita, ele fala Inglês.

    Se levantar a patinha esquerda, ele fala Francês.

    – E se eu levantar as duas patinhas?

    O papagaio respondeu:

    – Aí eu caio!

Disponível em: http://boaspiadas.blogspot.com/2007/07/piada-infantil.html. *Adaptado: Reforma Ortográfica.

O título dessa história é O Papagaio Especial, porque o papagaio




Nenhum comentário:

Postar um comentário